Recife recebe Global Game Jam de 29 a 31 de janeiro

Vem aí mais uma Global Game Jam em Recife. Para quem não conhece, o evento gratuito é aberto aos interessados em desenvolver jogos. Não apenas veteranos, mas também os curiosos, que nunca fizeram um game. Esta edição será parte do Recife Summer School, que acontece na Jump Brasil (Rua Capitão Lima, 420 – Santo Amaro), de 29 a 31 de janeiro. O IGDA Recife é responsável pela realização. Serão 48 horas seguidas de maratona, com direito a refeições, muito café e um espaço para dormir – dormir, inclusive, é extremamente recomendável. E sim, pode trazer seu colchão e travesseiro.

Um dos organizadores desta edição da GGJ, Leonardo Carvalho, aponta para a importância de envolver pessoas com perfis diferentes: artistas, programadores, game designers, sound designers, entre outros. “No entanto, mesmo sem experiência nessas áreas, ainda é possível contribuir, havendo iniciativa e disposição. Poderá ser feito qualquer tipo de game, inclusive de tabuleiro”. Ou seja: se você está fora da indústria, mas é um curioso, também é bem-vindo para a maratona, que começa às 19h da sexta-feira (29).

Entre as Jams organizadas pelo IGDA Recife, esta é a que teve mais inscritos até aqui – 101, para ser mais exato. Destes, 31 estão na fila de espera, já que são 70 vagas. Mas não precisa desanimar: Leonardo diz que é comum haver desistências, pois confirmará presença com cada participante nos próximos dias. Ainda dá para entrar na fila através da página no Eventick. A infraestrutura desta edição será bastante robusta, graças ao apoio dos patrocinadores.

GlobalGameJam-Recife-2015-2Global Game Jam é sinônimo de networking

Formação das equipes

O lema da GGJ é “inovação, experimentação e colaboração”. Leonardo destaca que “os participantes são incentivados a inovar, criando jogos que fujam de qualquer padrão”, além de proporcionar o networking. E quanto ao tamanho das equipes? “Se todos os 70 participantes quiserem fazer uma equipe gigante para trabalhar em um grande jogo, também é possível. No entanto, o mais convencional é termos times com 3 a 8 pessoas”.

Tenho uma dúvida, e agora?

Durante as 48 horas, certamente vão surgir dúvidas técnicas das equipes. Mas a GGJ estará preparada para ajudar. Tanto no sábado (30) quanto no domingo (31), do início da manhã até o final da tarde, haverá desenvolvedores experientes dispostos a ajudar os participantes. Além disso, durante todo o evento, um representante do IGDA Recife estará presente para oferecer apoio.

Networking

Leonardo acredita que a GGJ é o evento mais importante daqueles promovidos pela IGDA, pois o cenário local ainda falha bastante em networking. “No cenário de games no Recife, temos desde empresas com mais de 10 anos de experiência até desenvolvedores independentes que começaram há pouco tempo, mas ninguém se conhece. O mais importante, na Jam, não é chegar ao fim das 48 horas e ter um título pronto, mas conhecer pessoas e trocar experiências.”

IGDARecife-Workshop-2014Outros eventos, como workshops, fazem parte do calendário do IGDA Recife para 2016

Próximos eventos

O IGDA Recife promove diversos eventos. Em 2016, haverá 14 deles, sendo 11 com fins educacionais/instrutivos (palestras, workshops, post-mortems ou Game Jams) e 3 happy hours. Os eventos educacionais ocorrem mensalmente, de janeiro a novembro. Os happy hours são distribuídos ao longo do ano. O calendário do primeiro semestre da IGDA Recife será revelado durante a abertura da Global Game Jam. Ou seja, não perca a oportunidade de se engajar!


O site do IGDA Recife na Global Game Jam 2016 tem o patrocínio da Epic Games e Unreal Engine, BigHut Games, Manifesto Games, Raid Hut, Ikewai e São Braz. O apoio é do Porto Digital e Jump Brasil.