Jogamos: Far Cry 5 faz jus ao legado da franquia

Jogamos: Far Cry 5 faz jus ao legado da franquia

Assim que teve a sua primeira arte revelada, Far Cry 5 automaticamente ganhou um oceano de críticas (de todos os tipos) por representar o que seria um cenário político instável, com influência de religiosos e perseguições. Sim, é familiar: lembra o clima hostil e de ódio em que a sociedade vive, com intolerância de todos os lados. Prova disso é que muita gente parece ter perdido o bom senso na hora de criticar o novo capítulo de uma franquia tão elogiada, baseando-se apenas em suposições.

Contexto à parte, vamos focar no que interessa. Exposto na E3 2017, Far Cry 5 parece manter a essência dos anteriores. Veja as nossas impressões abaixo!


Dois heróis e um cachorro

Não, não é filme de Sessão da Tarde. A demo da E3 nos permitia escolher entre três modalidades: um cara (Nick) excelente em combates à curta distância, uma sniper (Grace) e jogar com o apoio de um cão (Boomer). Fui com o primeiro e percebi o óbvio: não é uma boa ideia partir pra guerra no que parece uma vila do interior do estado norte-americano de Montana, com várias casas e inimigos por toda parte, garantindo a “segurança” de lá. Subi em uma escada, peguei uma arma de longo alcance e comecei a detonar a galera do alto. Claro que começou um tiroteio e eu precisei me esconder o tempo inteiro, eliminando um por vez.

Concluindo a demo pela primeira vez, escolhi o modo do Boomer. É possível sinalizar aonde o cachorro deve ir e causar tumulto. Acredite – é divertido. Boomer pode ir pra cima de inimigos, distraí-los e roubar as armas deles, trazendo até você. Combine isso com uma estratégia legal e você tem o aliado perfeito.

No final do dia, é mais um Far Cry. O visual continua impressionante, mantendo a reputação da série. Fico curioso em relação a como o enredo vai se desenvolver, mas ao mesmo tempo confiante no trabalho da Ubisoft.


Previsto para PS4, Windows e Xbox One, Far Cry 5 chega em fevereiro de 2018. Siga acompanhando o site e redes sociais do BitBlog para mais conteúdo da E3 2017!