O fenômeno Mario Kart: conheça a história da série

Poucas séries fizeram tanto sucesso nos videogames quanto Mario Kart. É a 12ª franquia mais bem-sucedida na indústria, com mais de 105 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, de acordo com a Nintendo. O BitBlog fez uma retrospectiva, mostrando cada um dos títulos lançados para consoles e portáteis. Eu, particularmente, tenho todos (exceto pelo Mario Kart DS – ainda!) e sou fã #1 da série. Até hoje a caixinha em português do Super Mario Kart tá aqui, conservada.


Super Mario Kart
Plataforma: Super Nintendo
Ano de lançamento: 1992

A estreia de Mario e sua turma nas corridas de kart aconteceu no saudoso SNES. Permitindo partidas para até 2 jogadores, 20 pistas na campanha principal e quatro modos, Super Mario Kart é simplesmente inesquecível. Uma curiosidade interessante: na versão japonesa do game, Bowser e a princesa Peach tomam champagne em suas comemorações – algo que ia contra a política da Nintendo, uma vez que seus mascotes não poderiam aparecer ingerindo bebidas alcoólicas. Sinto saudade da Koopa Beach

Mario Kart 64
Plataforma: Nintendo 64
Ano de lançamento: 1997

Mario Kart 64

Na edição 64-bit da franquia, pela primeira vez Wario e Donkey Kong tornaram-se personagens jogáveis. Além disso, até 4 pessoas passaram a jogar simultaneamente nos modos multiplayer. Com cenários completamente tridimensionais e a vinda de itens como o Casco Espinhudo (amado por uns, odiado por outros) e os cascos triplos, este aqui era obrigatório nas coleções de Nintendo 64. Melhor pista, na minha humilde opinião: Sherbet Land (malditos pinguins).

Mario Kart: Super Circuit
Plataforma: Game Boy Advance
Ano de lançamento: 2001

Estreia das corridas de Mario e sua turma nos portáteis, Super Circuit é o menos querido pelos fãs, talvez pela falta de grandes inovações. De qualquer forma, a possibilidade de se divertir em qualquer lugar, podendo conectar-se aos GBAs de outros amigos para partidas em grupo, fez o título ser bem vendido na época. Além disso, trouxe 40 circuitos: 20 inéditos, 20 clássicos – embora todos sejam muito simples. A Sky Garden é “interessantezinha”…

Mario Kart: Double Dash!!
Plataforma: GameCube
Ano de lançamento: 2003

Com uma mecânica que permitia dois corredores por kart, Double Dash!! trouxe algumas mudanças para permitir esta novidade, como os itens duplos e rebalanceamento dos personagens. A possibilidade de conectar-se a outros consoles GameCube para partidas em LAN abriu uma brecha, na época, para alguns gamers disputarem partidas online, ao plugar o Cube em um PC com software específico. Jogar a DK Mountain (foto), deixar bananas na ponte no final do trajeto e derrubar alguém é uma experiência que faz parte da vida.

Mario Kart DS
Plataforma: Nintendo DS
Ano de lançamento: 2005

Em MKDS, finalmente a Nintendo ouviu os apelos dos fãs e trouxe, oficialmente, a funcionalidade de partidas online. Como se não bastasse, esta versão foi bastante elogiada pelo design das pistas. Sem contar com o visual, caprichadíssimo para o limitado hardware do Nintendo DS. Melhor circuito, disparado: a Airship Fortress.

Mario Kart Wii
Plataforma: Wii
Ano de lançamento: 2008

Mario Kart Wii é o terceiro jogo mais vendido de todos os tempos, com mais de 34 milhões de unidades globalmente. Além de melhorar bastante o modo online, trouxe motocicletas e novos personagens, sem contar com o suporte ao controle Wii Remote para fazer curvas através de movimentos. Considerado, por muitos, o melhor da série (não é o meu caso – continue lendo para saber minha opinião). Saudades enormes da Mushroom Gorge

Mario Kart 7
Plataforma: Nintendo 3DS
Ano de lançamento: 2011

Além de novos itens e circuitos, Mario Kart 7 trouxe a personalização dos veículos. Além de permitir a troca do modelo do carro ou moto, é possível mudar os pneus e o acessório para planar. Gosto muito da divertidíssima DK Jungle, que inclusive foi desenvolvida pela Retro Studios (responsável pelos dois mais recentes Donkey Kong Country: o Returns e o Tropical Freeze). O trajeto dela é genial.

Mario Kart 8
Plataforma: Wii U
Ano de lançamento: 2014

(Esse, para mim, é o melhor da franquia.)

Além das 40 pistas incluídas no pacote (entre inéditas e clássicas), foram lançados 8 novos circuitos posteriormente, no formato de DLCs. As pistas incluem personagens e cenários de games fora do universo Mario. Sim, você pode jogar como Link no Hyrule Castle, de The Legend of Zelda, e na Big Blue, de F-Zero, por exemplo. Além disso, as pistas dão “loops” e a gravidade foi deixada de lado completamente. O modo online é o melhor até aqui na franquia. Obrigatório para quem tem o Wii U. Além dos dois circuitos citados, também sou fã #1 da Sunshine Airport, Excitebike Arena e Bowser Castle.

(OBS: Quem quiser jogar online comigo é só pesquisar por @diegovonsohsten lá na Nintendo Network. Quero ver se esses leitores do BitBlog são bons mesmo no MK8!) :)


E você, tem algum dos títulos acima? Qual o seu Mario Kart preferido? Queremos saber sua opinião, é só deixar um comentário aqui no post.