Parque de diversões da Nintendo abre em 2020

Parque de diversões da Nintendo abre em 2020

Em maio de 2015, a Nintendo anunciou uma parceria para levar seus personagens aos parques de diversão da Universal. Algo bem-vindo, já que a empresa japonesa não conseguiu ainda ter muito êxito fora dos videogames com Mario, Samus, Link e companhia.

Mario Party 10 - 2 Quem sabe agora o parque de Mario Party 10 não vira realidade

Nesta semana, finalmente, foram revelados mais detalhes do acordo através do site Sankei. A primeira localidade a receber as atrações da Nintendo será Osaka, no Universal Studios Japan. Uma grande área está reservada para as atrações, que ficam prontas em 2020 após investimento de US$ 350 milhões. Será um espaço similar ao de Harry Potter atualmente.

Parque da Nintendo no Universal Studios Japan - OsakaMario e sua turma vão ocupar o espaço em vermelho, uma área considerável do parque (em verde)

A ideia é que as obras fiquem prontas antes dos Jogos Olímpicos de 2020, que serão sediados em Tokyo. Antes que você me pergunte, é muito fácil ir a Osaka a partir da capital nipônica. O trem bala Shinkansen faz o percurso várias vezes por dia em menos de 3 horas, com bastante estabilidade e conforto. Falo por experiência própria!

No final de 2015, estive em Osaka, entre outras cidades japonesas, e claro que fui visitar o Universal Studios local. O parque tem fácil acesso através das linhas de trem da Japan Railways, conectadas a trechos de metrô e ônibus. O espaço dedicado a Harry Potter hoje contém um enorme Castelo de Hogwarts – com um passeio incrível que usa realidade virtual – além de montanha russa, várias lojas, restaurantes e espaço para mágicas. Para a Nintendo, portanto, não poderíamos estar mais ansiosos.

Parque de Harry Potter no Universal Studios Japan - OsakaFoto que tirei do Castelo de Hogwarts em Osaka, só para efeitos de comparação

O BitBlog fez uma lista de 5 atrações que gostaríamos de ver no parque da Nintendo. Vai que ela nos lê, não é mesmo?

  • Uma grande arena composta por minigames, no melhor estilo Mario Party;
  • Passeio pelo planeta Tallon IV usando realidade virtual, homenageando Metroid;
  • Montanha russa temática de F-Zero, com bastante velocidade;
  • Percurso de bote por uma floresta cheia de animais, com a cara de Donkey Kong;
  • Pista de Mario Kart, com até 12 pessoas correndo por vez. Uso de tecnologia para simular o efeito dos itens.


O “Mario Kart real” não precisa ser bizarro desse jeito, mas tá valendo