EA Play

Jogamos: Battlefield 1 é ambicioso, mais do que deveria

Depois da conferência da EA (que o BitBlog transmitiu), era impossível não criar grandes expectativas para jogar Battlefield 1. Combates aéreos, clima mudando aleatoriamente (e afetando o gameplay), um visual deslumbrante e as partidas de até 64 jogadores de sempre. As filas para experimentar o novo game da DICE eram as maiores no EA Play de Los Angeles, sendo preciso ter paciência para aguardar a sua vez. No entanto, o que vimos não foi nada tão revolucionário assim. É mais um título hardcore, e que ainda pode sofrer do mesmo mal de Watch Dogs anos atrás: o hype exagerado.

Antes de começar a brincadeira de fato, o pessoal da EA exibiu um vídeo com algumas instruções e uma visão geral de Battlefield 1. Era impossível não se empolgar. Os combates aéreos, as estratégias e as classes empolgaram bastante. A empresa não nos permitiu filmar nada lá dentro da arena. Ao chegar, 64 PCs (cada um com mouse/teclado e controle do Xbox One, dando liberdade ao público). Rapidamente começou a partida. Em cerca de 15 minutos, ficou bem claro que o game é hardcore mesmo, sendo preciso muita prática para não “apanhar”. Ainda não era possível experimentar o combate aéreo, apenas terrestre. O modo em questão consistia na conquista de bandeiras (seis) em um grande mapa.

Battlefield 1 - gameplayO velho modo de captura de bandeira está de volta

Diferentemente de Titanfall 2, Battlefield 1 não funciona tão bem no joystick. Lento e travado, a impressão é que você está sob alguma desvantagem. A experiência não era nem de perto fluida como no jogo da Respawn, talvez porque a DICE optou por cenários gigantescos e ambiciosos. E é este o possível  pecado do novo Battlefield: ser ambicioso demais. Até aqui, o que vimos foi algo regular. Nem mesmo o clima dinâmico, anunciado com festa pela EA, foi o suficiente para termos algo novo. Resta aguardar o jogo final para sabermos se essas conclusões vão se manter.


Leia mais:
Jogamos: Titanfall 2 surpreende pela diversão
BitBlog mostra bastidores da EA Play em vídeo

Jogamos: Titanfall 2 surpreende pela diversão

Estivemos, neste domingo, na EA Play em Los Angeles. O primeiro dia do evento reservou, além da conferência morna (que cobrimos aqui no BitBlog), uma experiência imersiva bem interessante. Com espaço aberto à imprensa e ao grande público (desde que tenha sido feita a reserva previamente), era possível jogar um pouco de Titanfall 2, Battlefield 1, Fifa 17 e Madden NFL 17. Aqui, falaremos as nossas impressões sobre a sequência do jogo de tiro da Respawn.

A EA reservou um grande espaço apenas para demonstrar Titanfall 2. No último andar do The Novo em Los Angeles, um ambiente cheio de referências ao título era encontrado. Ao contrário de Battlefield 1, não era preciso esperar muito para jogar. A empresa não autorizou a imprensa a gravar vídeos (nem mesmo fotos) dentro da arena onde houve as partidas, mas falaremos as nossas impressões por aqui. Em um combate local intenso de 16 vs 16 jogadores (sendo alguns deles bots, e não pessoas reais), pudemos experimentar um pouco do que o estúdio Respawn promete entregar em 28 de outubro para PS4, Xbox One e PC.

Titanfall 2Controlar Titans nunca foi tão legal

O primeiro Titanfall era rápido. O segundo é mais ainda, afinal, conta com a chegada do grappling hook (ou gancho, como preferir). Além disso, controlar um Titan ficou mais acessível e divertido. Diferentemente de outros FPS (tiro em primeira pessoa), o jogo tem cenários nem tão grandes, nem tão pequenos, o que favorece o combate para o pessoal intermediário. Sim, quem é mais hardcore vai gostar, mas não acredito que quem joga 120 horas terá necessariamente condições de abater quem jogou um décimo disso. Titanfall 2 foi feito para “democratizar” o FPS sem perder a sua essência, e isso é sensacional.

O visual não está tão diferente do primeiro game, mas continua fluido. Na demo de 10 minutos que jogamos (sim, é pouco), não experimentamos nenhum tipo de travamento. A experiência parece estar bastante madura para um lançamento em outubro. Com opções limitadas de customização e armamentos – afinal, era uma demonstração – não há muito o que falar além disso, apenas fica a expectativa pela chegada do jogo. Para os mais ansiosos, um open beta estará disponível no meio do ano, de acordo com a EA.

BitBlog mostra bastidores da EA Play em vídeo

Os editores do BitBlog, Diego von Söhsten e Thiago Neres, estão em Los Angeles, nos Estados Unidos, para cobrir a E3. Trata-se da maior conferência de videogames do mundo, em que gigantes da indústria aproveitam o momento para anunciar novidades que incluem DLCs, lançamentos de títulos e até novos consoles. Em paralelo, outros eventos de porte menor – porém tão interessantes quanto – vão sendo promovidos pelas publishers. É o caso da EA Play, um espaço preparado pela Electronic Arts para apresentar aos jogadores e membros da imprensa os games FIFA 17, Titanfall 2 e Battlefield 1. Todos estavam jogáveis e pudemos sentir o gostinho do que a EA deve colocar nas prateleiras nos próximos meses.  Em breve vamos colocar aqui no BitBlog nossas impressões.

Clique aqui para ver o que rolou na conferência da EA.

Veja como vai ser a cobertura do BitBlog durante a E3.

Abaixo, confira um vídeo com bastidores da EA Play:

EA Play: veja como foi a conferência

Neste domingo, com cobertura do BitBlog, houve a conferência da EA no evento EA Play. Já que a empresa optou por não participar da E3, mas sim em sediar uma feira exclusiva na mesma semana, as atenções se viraram, mesmo que por um dia, para Battlefield 1, Titanfall 2 e Fifa 17.

A conferência foi regular. Não houve grandes surpresas. Confira, abaixo, um resumo do que aconteceu:

  • Andrew Wilson, CEO da EA, sediou o evento principal em Los Angeles. Ao mesmo tempo, Peter Moore, COO da empresa, comandou o público de Londres. Os dois trocaram figurinhas em vários momentos.
  • O primeiro trailer exibido foi o de Titanfall 2, para PS4, Xbox One e PC, que será lançado em 28 de outubro. Um sistema de evolução mais profundo foi prometido. O modo single-player também foi mencionado, mesmo após o vazamento de um trailer nesta manhã.


Titanfall 2

  • Madden NFL 17 teve imagens apresentadas. A EA aproveitou para falar do cenário competitivo de e-Sports da atualidade e anunciar novos eventos para os seus títulos esportivos deste ano.
  • Um torneio de Madden NFL 16 acontecerá em LA durante o evento, sendo a final na terça-feira às 22h (horário de Brasília), com transmissão pelo Twtich.
  • Mass Effect Andromeda, adiado para 2017, é um novo começo para a franquia, além de usar o poderoso motor Frostbite.


Andromeda tá ficando muito interessante

  • Para 2016, a EA promete apoiar títulos existentes. Star Wars Battlefront seguirá recebendo conteúdo adicional nos próximos meses, enquanto o programa Play to Give vai trazer novidades a Battlefield Hardline, Fifa 16, Madden NFL 16 e o próprio Battlefront, beneficiando negócios sociais com investimentos de 1 milhão de dólares.
  • Como já sabemos, Fifa 17 usará o motor Frostbite. O jogo chega em setembro ao PS4, One e PC, com o modo The Journey trazendo treinadores como Guardiola, Wenger e até Mourinho – este último esteve no palco, inclusive.


The Journey tenta trazer novidades à saturada franquia Fifa

  • Após o sucesso de Unravel, foi lançado o programa EA Originals, para apoiar produtores independentes. O lucro obtido com a venda destes games será 100% destinado aos próprios estúdios. O primeiro título a se beneficiar da iniciativa será Fe, um jogo de aventura misterioso e sombrio sobre o relacionamento do ser humano com a natureza.
  • Jade Raymond, gerente geral, falou sobre os jogos Star Wars que estão sendo desenvolvidos pelos estúdios internos da EA. Em 2017, sairá o título da Visceral Games, enquanto a Respawn trabalha em um jogo de ação em terceira pessoa.


O futuro de Star Wars na EA, pelo menos, é animador

  • Battlefield 1 encerrou a conferência. Com partidas online para até 64 pessoas por sala, o jogo terá condições climáticas aleatórias afetando o gameplay. Chega em 21 de outubro ao PS4, One e PC, sendo que um open beta está previsto para o meio do ano.

Confira a nossa cobertura da E3 2016, direto de Los Angeles

Quer ver a E3 deste ano de um jeito diferente? Acompanhe com a gente. A maior feira de videogames do mundo vai acontecer em junho e o BitBlog estará cobrindo tudo ao vivo, direto de Los Angeles.

O evento propriamente dito vai durar apenas três dias, mas antes disso as maiores empresas da indústria costumam fazer suas próprias conferências. Por isso, a cobertura do BitBlog será maior, de 12 a 17 de junho. Em todos estes dias, transmitiremos ao vivo, em nossa página do Facebook, o Jornal da E3, às 11h30 da manhã (horário de Brasília). Ele trará um resumo das novidades e também vamos atualizar vocês sobre o que jogamos, o que mais gostamos e o que chamou atenção, além de informações de bastidores.

E3 2015 - Conferência UbisoftGrandes conferências, anúncios e surpresas: chegou o melhor momento do ano para gamers

O BitBlog vai mostrar todas as novidades das conferências da Sony, direto do The Shrine Hall, em um post no site + transmissão no Twitter. O evento da Microsoft funcionará de forma similar. De olho nos PC gamers, também fomos convidados para a PC Gaming Show 2016, direto do The Theatre. Já a Nintendo, que optou por algo mais modesto neste ano, terá nossa cobertura direto do pavilhão do LA Convention Center.

Abaixo, veja um resumo da nossa cobertura ao vivo. Queremos você participando com a gente! Portanto, podem mandar comentários, sugestões e perguntas. Lembrando que todos os horários seguem o fuso de Brasília. E, além dos eventos abaixo, lançaremos conteúdo no site, que vai ficar com a cara da E3. Também é importante destacar que outras pautas podem surgir na agenda de última hora e vamos fazer o possível para buscar as informações mais interessantes para nossos leitores.

AGENDA

Domingo, 12 de junho

  • Conferência da EA (EA Play)
    • Onde? Já terminou, veja aqui no site
    • Formato? Vídeo oficial do evento + cobertura em tempo real
    • O que foi falado? Trailers dos novos jogos da empresa, como Titanfall 2 e o novo Battlefield

Segunda, 13 de junho

  • 11:30 – Jornal da E3
    • Onde? Na página do BitBlog no Facebook
    • Formato? Vídeo ao vivo
    • O que será falado? O que jogamos no dia anterior (Titanfall 2, Battlefield 1) e as expectativas do dia
  • 13:30 – Conferência do Xbox
    • Onde? No próprio site do BitBlog
    • Formato? Vídeo oficial do evento + cobertura em tempo real
    • O que será falado? Anúncio de novos jogos para Xbox One e Windows 10, além do possível anúncio de novo modelo do Xbox
  • 15:30 -PC Gaming Show 2016
    • Onde? No próprio site do BitBlog
    • Formato? Vídeo oficial do evento + cobertura em tempo real
    • O que será falado? Novos games para PC e novidades de realidade virtual
  • 17:00 – Conferência da Ubisoft
    • Onde? No próprio site do BitBlog
    • Formato? Vídeo oficial do evento + cobertura em tempo real
    • O que será falado? For Honor, Watch Dogs 2, novo Ghost Recon e possíveis surpresas
  • 22:00 – Conferência do PlayStation
    • Onde? No próprio site do BitBlog
    • Formato? Vídeo oficial do evento + cobertura em tempo real
    • O que será falado? Anúncio de novos jogos para PS4 e PS VR, além do possível anúncio de novo modelo do PS4

Terça, 14 de junho

  • 11:30 – Jornal da E3
  • 13:00 – Transmissão da Nintendo – novo The Legend of Zelda (Wii U)
    • Onde? No próprio site do BitBlog
    • Formato? Vídeo oficial do evento + cobertura em tempo real
    • O que será falado? Tudo sobre o novo Zelda, em edição para Wii U

Quarta, 15 de junho

  • 11:30 – Jornal da E3

Quinta, 16 de junho

  • 11:30 – Jornal da E3
    • Onde? Na página do BitBlog no Facebook
    • Formato? Vídeo ao vivo
    • O que será falado? Tudo que jogamos no segundo dia de E3, nossa passagem pelo estande da Square Enix, o que rolou no festival indie MIX e as expectativas do dia

Sexta, 17 de junho

  • 11:30 – Jornal da E3
    • Onde? Na página do BitBlog no Facebook
    • Formato? Vídeo ao vivo
    • O que será falado? Tudo que jogamos no último dia de E3, o que rolou no estande da Alienware e, para encerrar, os bastidores do evento

Acompanhe com a gente! #BitBlogNaE3