regime

Aplicativo Tep ajuda a emagrecer com ajuda de tamagotchi

Tep aplicativo fitness

O estilo de vida fitness faz sucesso no mercado de dispositivos móveis. Vários aplicativos, como RunKeeper, Runtastic e 50em5 (este último já falado aqui no blog) conquistam usuários oferecendo funcionalidades para ajudar as pessoas a ficarem em forma. Um novo aplicativo, o Tep, trilha o mesmo caminho, mas usa uma abordagem criativa ao mesclar o estímulo aos exercícios com um ícone dos anos 90: o tamagotchi.

Disponível para iOS, Android e Windows Phone, o Tep permite que você estabeleça metas para atividades físicas, como caminhar, correr e andar de bicicleta, registrando todo o progresso. Até aí, sejamos francos, o app é mais do mesmo. O pulo do gato foi abraçar o conceito de gamificação e inserir bichinhos virtuais no meio disso tudo. À medida em que os exercícios são feitos, o Tep pontua o usuário com moedas virtuais. Elas são utilizadas para cuidar de uma simpática girafinha, lembrando os tamagotchis de antigamente.

As moedas servem para comprar roupas customizadas para sua girafa, alimentá-la e mudar o cenário, entre outras ações. Afinal, você pode até ser meio descuidado com o próprio corpo e a alimentação (não se sinta mal se a carapuça caiu, estamos juntos!). Mas que tipo de pessoa seria capaz de deixar um filhote de girafa triste e passando fome?

Com esse apelo emocional, o Tep pega carona no lúdico e na nostalgia para cumprir sua proposta fitness. Segundo o site oficial, mais de 5 milhões de calorias foram queimadas pelos usuários desde o lançamento, no final de julho deste ano. Somente na Google Play, mais de 10 mil pessoas já baixaram o aplicativo, que é gratuito e foi bem avaliado: tem nota 4.1 de 5.

Acho até que vou experimentar.

Recifense perde 50 Kg em cinco meses e lança app de emagrecimento

Diego Rocha 50em5

A história do recifense Diego Rocha, 24 anos, é de muita determinação. Até junho de 2012, o jovem era obeso e tinha hábitos alimentares pouco saudáveis, chegando a pesar 131 kg com 1,80 metro de altura. O caso dele não é exemplo isolado no país. Segundo dados de abril deste ano do Ministério da Saúde, o índice de brasileiros acima do peso tem crescido a níveis alarmantes. Pouco mais de 50% da população está nesta categoria e, do montante, 17,9% são obesos. Começamos a postagem escrevendo que Diego é um exemplo de determinação porque ele conseguiu perder 50 kg em apenas cinco meses. No início deste mês de julho, lançou o aplicativo 50em5 para transmitir suas experiências, dicas especiais e uma fórmula para conseguir o feito. Tudo com respaldo científico de nutricionistas e profissionais de educação física, que revisaram o conteúdo com o jovem*. [Ler notas no final da postagem]

Em entrevista ao BitBlog, Diego revelou que teve uma infância saudável e não era chegado a comer besteiras. Inclusive praticava judô, handebol e, diferente deste que vos escreve, não dava nenhuma escapulida das aulas de educação física. “Estava sadio e em forma. O problema foi ao longo da adolescência, quando deixei de praticar esportes e passei a comer alimentos inadequados. Por conta disso, fui engordando”, relata.

Diego Rocha 50em5 emagrecimento

O estopim para a mudança foi ter atingido o peso máximo de 131 kg. Diego percebeu que o corpo cobrava uma nova atitude. “Eu estava disposto a perder peso e chegar a um estilo de vida saudável. Comecei falando com meus pais e pensei em fazer uma lipo. No consultório, o médico sugeriu que eu perdesse cinco quilos em um mês. Acabei perdendo quinze”, lembra o rapaz, que é graduado em gestão e possui especialização.Tela 50em50 aplicativo

Ao fim do primeiro mês, ele acabou fazendo a lipoaspiração e perdeu quatro quilos. Mas, na verdade, Diego preferiu não contabilizar o resultado da operação, embora tenha servido de estímulo. Nos quatro meses seguintes, mandou um abraço para mais 35 kg. Perguntei se ele teve acompanhamento de profissionais de saúde. “Já fui paciente de alguns, só que também possuo amigos nutricionistas que me ajudaram. À medida que eu ia descobrindo alimentos que davam sensação de saciedade, montava uma lista e pesquisava sobre as propriedades deles”, explica Diego Rocha.

Familiares, amigos e colegas de trabalho notaram a redução drástica de peso e sugeriram que ele escrevesse um livro ou fizesse palestras. “Preferi fazer um aplicativo porque o alcance é maior. Queria ajudar mais gente”, conta. O projeto foi tocado ao longo de 2013 e a parte mais trabalhosa nem foi a programação, mas reunir as orientações com o respaldo de especialistas.

“O aplicativo 50em5 traz a tabela de alimentos que eu montei, minha fórmula de sucesso que abrange quatro fatores comportamentais, passo a passo para perder peso, minha história e dicas de emagrecimento que utilizei. Verifiquei todas as informações com profissionais de saúde e há até depoimentos deles no app”, esclarece Diego, que foi capa da revista Brazilian Magazine.

O app está disponível para iOS (US$ 1,99) e Android (R$ 5,50).

ATENÇÃO: O BitBlog recomenda que os internautas busquem sempre atendimento com nutricionistas e utilizem aplicativos como complemento, de preferência em parceria com um profissional de saúde.

ATENÇÃO 2: O BitBlog entrou em contato com a assessoria de comunicação do 50em5 na manhã do dia 28 para solicitar a relação de profissionais de saúde que trabalharam no aplicativo, assim como os respectivos registros profissionais e qualificações. Até então, não tivemos retorno. Esta publicação será editada com a lista, caso seja enviada para o blog.

ATUALIZAÇÃO: A assessoria de comunicação do aplicativo respondeu ao blog na manhã do dia 30/07 informando que decidiu não expor publicamente a relação dos profissionais envolvidos na criação do app alegando que provocaria polêmica desnecessária. Desta forma, quem desejar saber quais especialistas (e respectivas qualificações) deram suas contribuições ao 50em5, deverá baixar o aplicativo, que é pago. As informações estão nele e não serão disponibilizadas previamente.