Resident Evil

Conheça os requisitos para Resident Evil 7 no Windows

24 de janeiro de 2017. Esta é a data de lançamento de Resident Evil 7. Experimentamos o game na E3 deste ano e não poderíamos estar mais ansiosos. Após as recentes novidades sobre os protagonistas, chegou a hora de conhecer os requisitos mínimos (e os recomendados) para o game no PC (Windows). Confira abaixo, lembrando que a informação está sujeita a mudanças e vem do site do jogo no Steam.

Requisitos mínimos (1080p, 30 fps):

– SO: Windows 7, 8 ,8.1 ou 10 (edição 64-bit)
 Processador: Intel Core i5-4460, 2.70GHz ou AMD FX-6300 ou superior
– Memória: 8 GB de RAM
– Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 760 ou superior
– DirectX: Versão 11

Requisitos recomendados (1080p, 60 fps):

– SO: Windows 7, 8 ,8.1 ou 10 (edição 64-bit)
– Processador: Intel Core i7 3770 3.4GHz ou equivalente AMD ou superior
– Memória: 8 GB de RAM
– Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 960 ou superior
– DirectX: Versão 11

Três jogos Resident Evil que (quase) ninguém viu

Poucas franquias de videogames são tão bem-sucedidas quanto Resident Evil. Criada por Shinji Mikami na década de 90, a série é um ícone do gênero survival horror – por mais que tenha patinado, em alguns títulos, com mecânicas mais apelativas para o público ocidental, com explosões e muita ação.

A Capcom, que detém a propriedade intelectual, não pensava duas vezes ao cancelar projetos que não lhe interessavam. No post de hoje da coluna No Limbo, você vai conhecer três Resident Evil que não viram a luz do dia, cada um com uma história, no mínimo, interessante.

Resident Evil 1 para Game Boy Color (!)

Resident Evil 1 - GBC

Cenas da versão para Game Boy Color. Até que ficou legal (visualmente falando)

Parece inacreditável, mas é verdade. Em 1999, três anos após a estreia da série, foi encomendada uma versão do primeiro RE para o Game Boy Color – querido por todos, mas limitadíssimo em questão de hardware. O estúdio inglês HotGen, especialista na plataforma, recebeu a tarefa quase impossível. Com o game em estágio avançado de desenvolvimento, em 2000, os chefões da Capcom resolveram cancelar o projeto, acreditando que o mesmo não corresponderia aos desejos dos fãs.

 

Felizmente, o jogo vazou na internet, através de duas ROMs. Uma delas, a “Cartridge 2”, é consideravelmente mais completa, mas também termina bruscamente no elevador do laboratório. Ainda assim, há assets de objetos não usados nas ROMs, o que indica que a decisão de cancelamento pode ter sido tomada bruscamente. Se tiver curiosidade, basta procurar pela internet e você encontrará essas versões.

Resident Evil “1.5”

Tela de escolha do personagem: Leon ou Elza

Elza ou Leon?

Após o sucesso do game original, o time de produção estava desafiado a criar uma continuação à altura. Em 1997, perto do lançamento e com os trabalhos quase concluídos, a Capcom cancelou o que seria Resident Evil 2, para PS1 e Saturn. A decisão veio do próprio Shinji Mikami, que preferiu recomeçar tudo completamente, pois o título não estaria interessante e poderia causar a morte da franquia. Será que era tão ruim assim?

 

Seria possível, mais uma vez, escolher entre a trama de dois personagens. Desta vez, Leon Kennedy ou Elza Walker (que veio a se tornar Claire Redfield na edição final). As duas estórias se complementavam, aumentando o fator replay (a vontade de jogar de novo). Mais uma vez, a ISO do projeto vazou na internet, então dá para ter uma ideia de como seria o sucessor do primeiro Resident Evil.

Resident Evil “3.5”

Leon Kennedy em RE 3.5

Leon não tá muito diferente de RE4 aqui

O Resident Evil 4 que você conhece, originalmente um exclusivo do GameCube, teve várias reviravoltas em seu desenvolvimento. Embora tenha sido anunciado em 2001 e chegado em 2005, o projeto iniciou em 1999. Daí você imagina a quantidade de experimentos que a Capcom fez…

O chamado RE “3.5” é uma versão imediatamente anterior à que “emplacou”. Nesta proposta, a visão do personagem seria na maior parte do tempo em câmera fixa (como nos anteriores), embora fosse permitido – a qualquer momento – mudar para uma perspectiva sob os ombros do protagonista Leon, ao mirar, de forma semelhante ao RE4 final. Interessante, não? O clima de terror dos títulos originais continua aqui. Confesso que teria muita vontade de jogá-lo, mas RE 3.5 infelizmente não vazou ainda na internet. Veja um vídeo abaixo pra ter uma ideia de como seria.

Novo trailer de Resident Evil 7 traz novos personagens

24 de janeiro de 2017 se aproxima. Para quem não sabe, é a data de lançamento de Resident Evil 7 Biohazard, para PS4 e PS VR, Xbox One e PC/Windows. Visando aumentar as expectativas do público (é possível?), a Capcom revelou um novo trailer de gameplay durante a feira alemã Gamescom.

O título de survival horror se passa na Louisiana, nos EUA, onde a população está sem notícias do casal Jack e Marguerite Baker. No final da demo apresentada na E3, que também está disponível para os assinantes da PS Plus no PS4, é possível encontrar Jack, mas esta parte não vai estar no jogo final. O novo trailer, por outro lado, contempla cenas que estarão no game, trazendo Marguerite junto a novos personagens. Quem seriam eles?

Veja o trailer abaixo. A propósito, o game estará jogável na BGS deste ano, que acontece de 01 a 05 de setembro em São Paulo.

Jogamos: Resident Evil VII está realmente assustador

A aparência da casa de madeira montada no meio do pavilhão não deixava dúvidas: iríamos tomar sustos ali dentro. Sob o nome Resident Evil VII, algumas portas davam acesso a salas com pouca iluminação onde jogamos a demo do novo título da franquia, anunciado durante a conferência da Sony na E3. A principal mudança é a visão em primeira pessoa, que deve cair muito bem na versão para o VR – esta, um verdadeiro teste de coragem. Infelizmente só conseguimos jogar a demo para o PS4, lembrando que o game também será lançado para Xbox One e PC em 24 de janeiro de 2017.

De cara, foco na exploração e no horror psicológico pesado. A missão era tentar sair vivo de uma casa macabra. Nos primeiros minutos, basicamente se vê um quarto com uma televisão ligada. Há um corredor escuro com um armário trancado a corrente, uma escada para uma sala com o que pareciam ser manequins e a cozinha. Um videotape traz um flashback e você controla um cara que faz parte de um trio tentando entrar e explorar a casa, quando algo sai terrivelmente errado. Neste momento do flashback a iluminação muda e fica em preto e branco. A sensação de angústia é permanente durante toda a demo e os efeitos sonoros são a cereja no bolo para consolidar o clima de pânico, assim como coisas que acontecem ou aparecem dependendo de certas ações. A mecânica de examinar objetos e fazê-los interagir com o cenário continua uma marca forte da série.

Em resumo, Resident Evil VII promete demais. A demo está liberada para os assinantes da PS Plus e estamos muito ansiosos para colocar as mãos no game no início do ano que vem. Já consideramos uma compra certa. Abaixo, caso você não se importe em estragar a surpresa, colocamos um vídeo da demo. É importante lembrar o que os produtores deixaram claro: ela não é um mero recorte do jogo final, mas uma experiência concebida como uma espécie de teaser.

Resident Evil 7 poderá voltar às origens da série

Resident Evil está fazendo 20 anos em 2016. Como forma de comemorar, é previsto um novo game da franquia neste ano, embora a Capcom evite declarações oficiais sobre o assunto. No entanto, todo mundo sabe que Resident Evil 7 está sendo feito há algum tempo.

O presidente da consultoria japonesa Kantan Games revelou, em seu Twitter, que RE7 será exibido na E3 2016 e que terá uma mecânica similar a dos primeiros jogos da série, voltando às suas raízes de survival horror. Ainda de acordo com o executivo, o game designer Jordan Amaro – que trabalhou em MGS V e no cancelado P.T. da Konami – teria sido contratado pela Capcom para trabalhar no novo projeto.

Resident Evil 1 - PS1Muitos sustos, câmera fixa e pouca munição: será que isso tudo vai voltar?

Embora eu entenda o saudosismo dos fãs e os constantes pedidos pela mecânica antiga, com menos ação e um clima mais horripilante, não podemos afirmar de jeito algum que os Resident Evil recentes foram ruins. Não joguei o sexto, mas RE4, RE5 e RE Revelations 2 foram obras primas.

Há algum tempo, executivos da Capcom vinham afirmando que a série spin-off Revelations tinha mais elementos de survival horror como forma de agradar mais os fãs antigos, enquanto a franquia principal seguia em uma linha de ação para os jogadores ocidentais apreciarem mais. No entanto, Revelations ainda é bem diferente dos títulos originais. Será que finalmente teremos uma experiência assustadora dessa vez? Estaremos cobrindo a E3, então, vamos te deixar atualizado.


Leia mais:
Resident Evil Revelations 2: capítulo 1 fica gratuito
7 games de terror para o Halloween

Xbox 360 e PS3: veja 12 jogos que virão em 2016

Para ver os lançamentos de 2017 no PS3 e Xbox 360, veja este outro post do BitBlog!


O dólar continua alto e, com isso, os consoles da nova geração ficam ainda mais inacessíveis… Mas isso não quer dizer que você, fã do PS3 ou do 360, não terá mais o que curtir. O BitBlog listou alguns jogos que virão em 2016 para ambas as plataformas, com direito a um jogão de PS3 que chega em 2017. Os dois consoles estão agonizando, mas ainda não “morreram”!

Atualizações (12/11, 28/06 e 01/06 de 2016): além dos oito jogos originais do post, trouxemos mais alguns títulos que foram revelados há pouco tempo. Se gostou do post e puder ajudar a gente, compartilha ele com os amigos! :)

12) Cobalt

Xbox 360
Também para: Xbox OnePC, Mac e Linux
Data de lançamento: 2 de fevereiro de 2016 (já disponível)

Cobalt

O que você esperaria de um jogo de ação em 2D da Mojang, responsável por Minecraft? Cobalt é exatamente isso. Com irreverência e uma pegada no estilo Worms, as partidas multiplayer trazem boas risadas.

11) Aegis of Earth: Protonovus Assault

PS3
Também para: PS4 e PS Vita
Data de lançamento: 15 de março de 2016 (já disponível)

Aegis of Earth - Protonovus Assault

O jogo de estratégia mescla os gêneros de ação e estratégia com elementos de ficção científica. A partir da construção de exércitos de defesa, o jogador deverá proteger sua cidade de uma invasão extraterrestre.

10) Just Dance 2017

Xbox 360 / PS3
Também para: Wii, Wii U, Nintendo NX (Switch), PS4, Xbox One e PC
Data de lançamento: outubro de 2016 (já disponível)

Just Dance 2017

Mais um ano, mais um Just Dance. O game trouxe, entre os destaques, “Don’t Stop Me Now”, do Queen, e “Lean On”, do Major Lazer. Até uma faixa da cantora “digital” Hatsune Miku está presente.

9) Fifa 17

Xbox 360 / PS3
Também para: PS4, Xbox One e PC
Data de lançamento: 27 de setembro de 2016 (já disponível)

Fifa 16 - time feminino

A EA promete continuar suportando os consoles antigos com a sua franquia Fifa. Entretanto, ao contrário das outras edições, o PS3 e o 360 recebeu uma mera atualização de times / uniformes, sem a chegada do motor gráfico Frostbite (a principal novidade das outras versões).

8) Pro Evolution Soccer 2017

Xbox 360 / PS3
Também para: PS4, Xbox One e PC
Data de lançamento: setembro de 2016 (já disponível)

Pro Evolution Soccer 2017

Após a entrevista exclusiva que fizemos com a Konami na E3 2016 (confira aqui), já desconfiávamos de que as edições para PS3 e 360 do novo PES seriam uma mera atualização de times (como aconteceu com o Fifa 17). Dito e feito.

7) Mighty No. 9

Xbox 360 / PS3
Também para: Wii U, Xbox One, PS4, 3DS, PS Vita e PC
Data de lançamento: 21 de junho de 2016 (já disponível)

Do criador de Mega Man, Mighty No. 9 teve uma das campanhas mais bem-sucedidas da história do Kickstarter e prometeu mesclar muita ação com um sentimento forte de nostalgia, típico dos jogos de plataforma da era 16-bit. O problema é que a reação da crítica não foi nada boa, com direito a pedidos de desculpas por parte do produtor. Vale a pena dar uma olhada e tirar suas conclusões.

6) Lego Marvel’s Avengers

Xbox 360 / PS3
Também para: Wii U, Xbox One, PS4, 3DS e PS Vita
Data de lançamento: 26 de janeiro de 2016 (já disponível)

Lego Marvel Avengers

Reaproveitando cenas (e até diálogos) dos filmes de Os Vingadores, Capitão América, Homem de Ferro e Thor, o título traz mais de 100 personagens jogáveis. Elementos dos quadrinhos e desenhos animados das séries citadas também estão presentes.

5) Lego Star Wars: The Force Awakens

Xbox 360 / PS3
Também para: Wii U, Xbox One, PS4, 3DS e PS Vita
Data de lançamento: 28 de junho de 2016 (já disponível)

LEGO Star Wars O Despertar da Força - 3

The Force Awakens não teve jogo oficial, mas pelo menos uma versão Lego foi providenciada pela Warner. Veja mais sobre o jogo aqui.

4) The Walking Dead: A New Frontier (Season 3)

Xbox 360 / PS3
Também para: PS4, Xbox One, PC, PS Vita, Mac, iOS e Android
Data de lançamento: novembro de 2016

The Walking Dead Season 3 - A Talltale Game Series

A terceira temporada da série da Telltale para os videogames vai ser “consideravelmente maior” que as duas anteriores, com direito a um novo protagonista que conecta o novo enredo com os predecessores. A expectativa já é grande, devido à qualidade excepcional dos jogos de The Walking Dead feitos pelo estúdio.

3) Odin Sphere: Leifthrasir

PS3
Também para: PS4 e PS Vita
Data de lançamento: 7 de junho de 2016 (já disponível)

Você conhece Odin Sphere? O game de PS2 mesclava uma mecânica de ação, em 2D, com RPG e belos gráficos (todas as artes foram feitas à mão). Após grande sucesso de crítica e pedidos dos fãs, a Atlus resolveu remasterizar o clássico, trazendo novos mundos e monstros, além de cenas com dublagem.

2) Resident Evil Zero – HD Remaster

Xbox 360 / PS3
Também para: Xbox One, PS4 e PC
Data de lançamento: 19 de janeiro de 2016 (já disponível)

O clássico de GameCube foi relançado, remasterizado e em alta definição. Uma edição física (Resident Evil Origins Collection) também está disponível, trazendo junto a remasterização do primeiro Resident Evil. Imperdível, tanto para os novatos na franquia, quanto para os fãs.

1) The Legend Of Heroes: Trails Of Cold Steel II

PS3
Também para: PS Vita
Data de lançamento: 6 de setembro de 2016 (já disponível)

The Legend of Heroes - Trails of Cold Steel 2

Continuação do elogiado RPG de 2015, Trails of Cold Steel II foi localizado para o Ocidente pela Xseed. Um novo modo Overdrive, novos veículos e personagens e bônus para quem tem o save do primeiro jogo são alguns dos destaques. O cross-save (entre PS3 e Vita) também está de volta. Esta é a despedida da série do PS3.

2017 tem mais!

Persona 5, Izle, Fifa… Veja aqui!