Titanfall

EA Play: veja o que rolou na conferência da EA

Repetindo 2016, a EA optou por não participar da E3 propriamente dita, tendo o seu próprio evento (EA Play) acontecendo na mesma semana. Transmitimos a conferência ao vivo direto do Hollywood Palladium aqui no BitBlog. Veja o que rolou abaixo e, já adiantando: fiquem de olho no BitBlog, porque teremos posts sobre os games que experimentamos no decorrer da semana!

Rua do Hollywood Palladium, onde rolou a EA Play.

Rua do Hollywood Palladium, onde rolou a EA Play. No início da manhã, horas antes do evento, as filas quilométricas ainda não existiam

  • Andrew Wilson, CEO da EA, surge para fazer uma introdução ao evento. Menciona que a EA lidou com feedbacks do público, especialmente após Star Wars Battlefront (o de 2015) ter vindo sem modo estória, e que a empresa leva em consideração tais opiniões.
  • Andrew Gulotta, produtor de Battlefield 1, anuncia mapas para junho e julho, além de um grande DLC em setembro com oito novos mapas relacionados à Primeira Guerra Mundial. Patrick Sordurland anuncia um modo para o fim do ano que vai permitir partidas com grupos menores de jogadores.
Andrew Wilson, CEO da EA, abrindo o evento

Andrew Wilson, CEO da EA, abrindo o evento

  • FIFA 18 vem com tudo. Um trailer no telão é exibido, destacando Cristiano Ronaldo (capa no jogo). Em seguida, um vídeo bem-humorado que anuncia o retorno de Alex Hunter e seu modo The Journey no título deste ano.
Centenas de jornalistas do mundo todo durante a conferência

Centenas de jornalistas do mundo todo durante a conferência

  • Marcus Nilsson, produtor executivo de Need for Speed Payback, fala do modo estória do game, que envolve a perseguição a um cartel. Novas possibilidades de personalização serão destaque no novo NFS, permitindo “tunar” até mesmo veículos antigos, como um Fusca.

  • A Way Out é anunciado como o novo jogo indie a receber investimento do programa EA Originals. Josef Fares vem ao palco e fala da liberdade criativa que está tendo com a EA. O jogo terá foco na cooperação: será possível jogar apenas com 2 pessoas, seja online ou offline, mas sempre em tela dividida. Dois protagonistas, Vincent e Leo, terão suas próprias perspectivas do início ao fim. Sai no início de 2018, sem menção a plataformas ainda.

  • A EA fala um pouco do Seed, sua divisão de pesquisa, que vem procurando novas formas de aprimorar inteligência artificial e tornar os projetos da empresa mais realistas.
  • Hora de falar de potência gráfica. Madden NFL 18, em sua versão para o Xbox Scorpio, é prometido como o jogo mais bonito e detalhado já feito pela empresa. Uma nova franquia a cargo da Bioware, Anthem, é anunciada rapidamente em um teaser, com a promessa de mais informações durante a conferência da Microsoft.

  • NBA Live 18 será dois em um: terá partidas em quadras e nas ruas. Demo estará disponível em agosto.
  • EA fala das suas iniciativas de caridade e justiça social e anuncia, para comemorar, que o EA Access (no Xbox One), Origin Access (no Windows) e títulos selecionados para o PS4 estarão gratuitos durante toda a semana seguinte.
  • Para fechar, Star Wars Battlefront 2. Janina Gavankar, atriz que interpreta uma das personagens principais, fala um pouco do seu orgulho em participar do projeto e antecipa: o jogo tem três vezes mais conteúdo que o antecessor, passando pelas três eras da saga.
Stormtroopers invadem palco da EA Play 2017

Stormtroopers invadem palco da EA Play 2017

  • O modo estória será situado entre os episódios VI e VII dos filmes. Sistema de classes e evolução de personagens e armas deixam o título ainda mais profundo. DLCs pós-lançamento do título serão todos gratuitos!
  • Personagens como Darth Maul, Rey e Han Solo serão jogáveis. Primeira partida multiplayer (oficial) do jogo acontece ao vivo, em times de 19 pessoas cada, embora na versão final seja 20 x 20.
Primeira partida multiplayer (oficial) de Battlefront 2 foi na EA Play, com dois times de 19 pessoas

Primeira partida multiplayer (oficial) de Battlefront 2 foi na EA Play, com dois times de 19 pessoas

É isso! Obrigado por acompanhar a gente. Abaixo, um vídeo que lançamos em nosso Facebook com os bastidores do evento. Siga acompanhando o BitBlog para novos posts sobre EA Play e E3!

Futuras atualizações de Titanfall 2 serão gratuitas

Sim, Titanfall 2 é super divertido e já falamos inúmeras vezes dele (leia nossa prévia, feita direto da EA Play 2016 em LA). Mas um anúncio do estúdio Respawn, feito nessa quinta-feira, nos deixou ainda mais animados: o game não vai cobrar nada por futuros pacotes de conteúdo. Não haverá, nem mesmo, o famoso “Season Pass”.

Em um post feito no site oficial do jogo, o estúdio deixa claro que não quer dividir a comunidade. Algo louvável se tratando de um título FPS, gênero no qual as empresas costumam cobrar cada vez mais por atualizações. Uma triste tendência que se espalha pela indústria.

Titanfall 2 será lançado oficialmente nesta sexta-feira (28) no PS4, Xbox One e Windows. Veja abaixo um novo trailer.

EA divulga novo trailer de Titanfall 2

A expectativa está grande para a chegada do Titanfall 2. A Electronic Arts liberou um novo trailer do game nesta quinta-feira (08) que mostra cenas alucinantes de combate entre as supermáquinas. O jogo será lançado no dia 28 de outubro para PC, PS4 e Xbox One. Dentre as novidades, seis titãs que vão desafiar a habilidade dos jogadores. O BitBlog cobriu a EA Play durante a E3 2016 e testou o Titanfall 2, que surpreende pela diversão e tem ritmo ainda mais acelerado que o primeiro. Confira, abaixo, o trailer:

 

Titanfall 2: teste o jogo antes do lançamento

Depois de anunciar o open beta de Battlefield 1, a EA anunciou que o público poderá, enfim, curtir Titanfall 2 antes do lançamento oficial. Após o teste que fizemos do game em junho, não poderíamos recomendar mais! Vale a pena, é um dos títulos mais esperados deste ano.

A EA, junto ao estúdio Respawn, promete liberar uma versão com multiplayer online em dois finais de semana de agosto. Em cada um deles, os recursos disponíveis serão diferentes. Veja abaixo a agenda planejada, lembrando que esta demonstração estará presente apenas no PS4 e Xbox One, com as instruções no site oficial.

19 e 20 de agosto

  • 2 modos
    • Bounty Hunt (5 vs 5): ganhe bônus eliminando inimigos, mas não esqueça de depositá-los no “banco” sem morrer antes.
    • Pilots vs Pilots (8 vs 8): apenas com Pilots lutando entre si, tente ser o melhor.
  • 2 estágios
    • Boomtown: em um complexo embaixo da terra, guardado a sete chaves, use os telhados para se proteger dos disparos. Os gigantescos e lentos Titans ficam em desvantagem aqui.
    • Homestead: pedras e árvores ajudam a proteger Pilots dos Titans, além das cavernas e prédios espalhados pelo mapa.

26 e 27 de agosto

  • 1 modo
    • Amped Hardpoint (6 vs 6): defenda um Hardpoint para dobrar a pontuação do seu time.
  • 1 estágio
    • Forward Base Kodai: em uma subestação dominada por forças militares, Titans podem ter uma visão geral do mapa se estiverem no telhado.

Independentemente do final de semana, dois novos Titans estarão disponíveis: Ion e Scorch. Espere ainda uma variada quantidade de armas e o novo recurso Networks, que promete facilitar partidas entre amigos.

Zelda: Breath of the Wild é eleito melhor jogo da E3 2016

A E3 2016 foi épica! A edição deste ano da maior feira de videogames aconteceu em junho. O BitBlog esteve presente e trouxe tudo, tudo, tudo (ou quase) o que aconteceu por lá (confira na tag BitBlogNaE3), direto de Los Angeles. E, para virar a página, só faltava a tradicional lista de melhores jogos do evento, feita anualmente pelo Game Critics Awards, que envolve os votos da imprensa.

Mesmo enfrentando uma concorrência forte de Horizon: Zero Dawn e do novo God of War, o destaque ficou mesmo com The Legend of Zelda: Breath of the Wild, para Wii U (com versão para o NX a caminho). Veja abaixo a lista completa, com nossa opinião para cada categoria. Afinal, jogamos muita coisa no evento!


Melhor jogo do evento

The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U, NX)
Desenvolvedora: Nintendo
Leia aqui nossas impressões

Zelda - Breath of the Wild

Opinião BitBlog: Como não concordar? Ao entrar no pavilhão do LA Convention Center, o imponente estande que a Nintendo montou já chamava atenção. As filas para jogar o título davam voltas e voltas no entorno. Tudo isso para conferir a nova aventura de Link, que incorpora mecânicas clássicas da série com a modernidade de Dragon Age e similares. O time de Shigeru Miyamoto realmente saiu da zona de conforto para atualizar a franquia – e conseguiu. Mal podemos esperar por março de 2017! Que venha The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Melhor nova série

Horizon Zero Dawn (PS4)
Desenvolvedora: Guerrilla Games
Leia aqui nossas impressões

horizon-zero-dawn-screen-02-ps4-us-13jun16

Opinião BitBlog: Ao colocar as mãos no joystick do PS4 para curtir a aposta da Sony para este ano, pude perceber: o hype faz todo o sentido. O universo de Horizon é imenso, detalhado e único. Em nossa opinião, a briga com For Honor (veja aqui nossas impressões), da Ubisoft, foi boa nesta categoria. Mas no final, concordamos. Horizon: Zero Dawn merece o prêmio.

Melhor jogo de console

The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U, NX)
Desenvolvedora: Nintendo
Leia aqui nossas impressões

Opinião BitBlog: Não tem nem o que falar. Essa categoria é mesmo de The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Melhor jogo de realidade virtual

Batman: Arkham VR (PS4)
Desenvolvedora: Rocksteady
Leia aqui nossas impressões
(Não fomos autorizados a divulgar imagens do título)

Opinião BitBlog: Ao aguardar na fila para curtir a demonstração, conversamos rapidamente com o pessoal da Rocksteady. Eles afirmaram que, toda vez que terminam de desenvolver um game do herói-morcego, dizem que foi o último. Mas aí surge uma oportunidade imperdível e eles voltam atrás. Após jogar a demonstração completa de Arkham VR, fica evidente o motivo: trazer Batman para a realidade virtual foi uma bela sacada. Sem a ação dos projetos anteriores, aqui o foco é a investigação. A propósito, a imersão é excelente. Gostamos muito de Arkham VR, mas, nesta disputadíssima categoria – em nossa opinião – o prêmio deveria ir para Thumper (PS4, Oculus Rift, Vive, veja aqui nossas impressões) – uma experiência que conseguiu ser ainda mais imersiva do que a nova aventura do morcego.

Melhor jogo de PC

Civilization VI (Windows, Mac OS X, Linux)
Desenvolvedora: Firaxis

Opinião BitBlog: Não jogamos o novo Civilization, apenas vimos o gameplay. O que a imprensa tem elogiado tanto é que, mesmo mantendo a essência clássica da franquia, o estúdio Firaxis conseguiu introduzir várias mecânicas novas. Até a inteligência artificial foi retrabalhada completamente.

Melhor hardware

PlayStation VR (PS4)
Fabricante: Sony Interactive Entertainment
Leia aqui tudo que jogamos no PS VR

PlayStation VR - o dispositivo

Opinião BitBlog: Não podíamos concordar mais! O PlayStation VR dominou o show. Mesmo em experiências frenéticas que causaram enjoo (Rigs e Eagle Flight, por exemplo), temos que reconhecer o enorme potencial do acessório em aventuras on-rails (como no assustador Until Dawn: Rush of Blood, Wayward Sky, Thumper e Batman: Arkham VR). Depois da E3 2016, finalmente acreditamos no potencial da realidade virtual nos videogames.

Melhor jogo de ação

Battlefield 1 (PS4, Xbox One, PC)
Desenvolvedora: DICE
Leia aqui nossas impressões

Battlefield 1 - gameplay

Opinião BitBlog: Conforme colocamos em nossa prévia, Battlefield 1 é bem ambicioso. Embora o hype seja enorme, não vimos nada extraordinário no game, que segue fielmente a fórmula da série. Em nossa opinião, seria mais justo o prêmio ir para o incrível Titanfall 2 (veja aqui nossas impressões), o destaque da EA neste ano. Em segundo lugar, ficaria Dead Rising 4 (veja aqui nossas impressões), um dos momentos mais divertidos que tivemos no evento!

Melhor jogo de console

The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U, NX)
Desenvolvedora: Nintendo
Leia aqui nossas impressões

Opinião BitBlog: Não tem nem o que falar. Essa categoria (também) é mesmo de The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Melhor RPG

Final Fantasy XV (PS4, Xbox One)
Desenvolvedora: Square Enix
Leia aqui nossas impressões

Final Fantasy XV - E3 2016 - 2

Opinião BitBlog: O sistema de combate mudou completamente. Embora isso tenha afastado alguns fãs de longa data, convidamos estes a testarem o próximo FF, assim que estiver disponível. A Square Enix realmente está se esforçando para inovar. XV consegue ser frenético como nenhum outro Final Fantasy, ao mesmo tempo em que traz elementos clássicos. O prêmio é justo, Final Fantasy XV foi o melhor RPG da EE 2016.

Melhor jogo de corrida

Forza Horizon 3 (Xbox One, PC)
Desenvolvedora: Playground Games, Turn 10

Opinião BitBlog: Mais uma disputa grande. Embora Horizon 3 agrade bem os fãs, por uma pequena diferença, acreditamos que o prêmio poderia ir para Gran Turismo Sport. A imersão no último foi maior, então, vamos usar isto como critério de desempate. Na correria da E3, terminamos sem escrever prévias para eles, mas fica aqui a nossa recomendação para o título do PS4.

Melhor jogo de luta

Injustice 2 (PS4, Xbox One)
Desenvolvedora: Netherrealm

Opinião BitBlog: Sim, o prêmio é de Injustice 2, por dois motivos: além de ser divertido, não houve concorrência na feira.

Melhor jogo de esportes

Steep (PS4, Xbox One, PC)
Desenvolvedora: Ubisoft Annecy
Leia aqui nossas impressões

Steep - gameplay

Opinião BitBlog: Jogamos Steep. A iniciativa da Ubisoft de inovar no gênero é louvável. Alguns bugs foram encontrados na demonstração, mas nada que prejudique a experiência. Se a categoria se limitasse a futebol, certamente indicaríamos Pro Evolution Soccer 2017 (veja aqui nossas impressões e uma entrevista exclusiva). Como não é caso, assinamos embaixo: parabéns, Steep!

Melhor jogo para a família

Skylanders: Imaginators (PS4, Xbox One, Wii U, PC, PS3, Xbox 360)
Desenvolvedora: Toys for Bob

Opinião BitBlog: Não há concorrência, portanto, assinamos embaixo, é Skylanders: Imaginators mesmo. Quem poderia ameaçar o posto seria Sea of Thieves (veja aqui nossas impressões), mas este último pecou pela ausência de modo cooperativo local e pela mecânica repetitiva.

Melhor multiplayer online

Titanfall 2 (PS4, Xbox One, PC)
Desenvolvedora: Respawn
Leia aqui nossas impressões

Titanfall 2

Opinião BitBlog: Claro que é Titanfall 2. Além de ser a chegada da série ao PS4, o título consegue melhorar o que já era bom no anterior. Graças à liberdade de jogar em um gigante Titan ou não, aos cenários relativamente pequenos (perfeitos para o combate) e ao mais importante: agilidade.

Melhor jogo independente

Inside (Xbox One, PC)
Desenvolvedora: Playdead

Opinião BitBlog: Não jogamos Inside. Subestimamos a atmosfera envolvente do indie, que já está há seis anos em desenvolvimento. Ao mesmo tempo que amamos We Happy Few (veja aqui nossas impressões), gostaríamos de experimentar Inside para tirarmos uma conclusão. Portanto, nesta categoria, vamos ficar devendo.

Menção honrosa para gráficos

God of War (PS4)
Desenvolvedora: Sony Santa Monica

Opinião BitBlog: O novo God of War não estava jogável, mas merece o prêmio. Através do gameplay exibido na feira, ficou evidente que ele merece!

Jogamos: Titanfall 2 surpreende pela diversão

Estivemos, neste domingo, na EA Play em Los Angeles. O primeiro dia do evento reservou, além da conferência morna (que cobrimos aqui no BitBlog), uma experiência imersiva bem interessante. Com espaço aberto à imprensa e ao grande público (desde que tenha sido feita a reserva previamente), era possível jogar um pouco de Titanfall 2, Battlefield 1, Fifa 17 e Madden NFL 17. Aqui, falaremos as nossas impressões sobre a sequência do jogo de tiro da Respawn.

A EA reservou um grande espaço apenas para demonstrar Titanfall 2. No último andar do The Novo em Los Angeles, um ambiente cheio de referências ao título era encontrado. Ao contrário de Battlefield 1, não era preciso esperar muito para jogar. A empresa não autorizou a imprensa a gravar vídeos (nem mesmo fotos) dentro da arena onde houve as partidas, mas falaremos as nossas impressões por aqui. Em um combate local intenso de 16 vs 16 jogadores (sendo alguns deles bots, e não pessoas reais), pudemos experimentar um pouco do que o estúdio Respawn promete entregar em 28 de outubro para PS4, Xbox One e PC.

Titanfall 2Controlar Titans nunca foi tão legal

O primeiro Titanfall era rápido. O segundo é mais ainda, afinal, conta com a chegada do grappling hook (ou gancho, como preferir). Além disso, controlar um Titan ficou mais acessível e divertido. Diferentemente de outros FPS (tiro em primeira pessoa), o jogo tem cenários nem tão grandes, nem tão pequenos, o que favorece o combate para o pessoal intermediário. Sim, quem é mais hardcore vai gostar, mas não acredito que quem joga 120 horas terá necessariamente condições de abater quem jogou um décimo disso. Titanfall 2 foi feito para “democratizar” o FPS sem perder a sua essência, e isso é sensacional.

O visual não está tão diferente do primeiro game, mas continua fluido. Na demo de 10 minutos que jogamos (sim, é pouco), não experimentamos nenhum tipo de travamento. A experiência parece estar bastante madura para um lançamento em outubro. Com opções limitadas de customização e armamentos – afinal, era uma demonstração – não há muito o que falar além disso, apenas fica a expectativa pela chegada do jogo. Para os mais ansiosos, um open beta estará disponível no meio do ano, de acordo com a EA.

EA Play: veja como foi a conferência

Neste domingo, com cobertura do BitBlog, houve a conferência da EA no evento EA Play. Já que a empresa optou por não participar da E3, mas sim em sediar uma feira exclusiva na mesma semana, as atenções se viraram, mesmo que por um dia, para Battlefield 1, Titanfall 2 e Fifa 17.

A conferência foi regular. Não houve grandes surpresas. Confira, abaixo, um resumo do que aconteceu:

  • Andrew Wilson, CEO da EA, sediou o evento principal em Los Angeles. Ao mesmo tempo, Peter Moore, COO da empresa, comandou o público de Londres. Os dois trocaram figurinhas em vários momentos.
  • O primeiro trailer exibido foi o de Titanfall 2, para PS4, Xbox One e PC, que será lançado em 28 de outubro. Um sistema de evolução mais profundo foi prometido. O modo single-player também foi mencionado, mesmo após o vazamento de um trailer nesta manhã.


Titanfall 2

  • Madden NFL 17 teve imagens apresentadas. A EA aproveitou para falar do cenário competitivo de e-Sports da atualidade e anunciar novos eventos para os seus títulos esportivos deste ano.
  • Um torneio de Madden NFL 16 acontecerá em LA durante o evento, sendo a final na terça-feira às 22h (horário de Brasília), com transmissão pelo Twtich.
  • Mass Effect Andromeda, adiado para 2017, é um novo começo para a franquia, além de usar o poderoso motor Frostbite.


Andromeda tá ficando muito interessante

  • Para 2016, a EA promete apoiar títulos existentes. Star Wars Battlefront seguirá recebendo conteúdo adicional nos próximos meses, enquanto o programa Play to Give vai trazer novidades a Battlefield Hardline, Fifa 16, Madden NFL 16 e o próprio Battlefront, beneficiando negócios sociais com investimentos de 1 milhão de dólares.
  • Como já sabemos, Fifa 17 usará o motor Frostbite. O jogo chega em setembro ao PS4, One e PC, com o modo The Journey trazendo treinadores como Guardiola, Wenger e até Mourinho – este último esteve no palco, inclusive.


The Journey tenta trazer novidades à saturada franquia Fifa

  • Após o sucesso de Unravel, foi lançado o programa EA Originals, para apoiar produtores independentes. O lucro obtido com a venda destes games será 100% destinado aos próprios estúdios. O primeiro título a se beneficiar da iniciativa será Fe, um jogo de aventura misterioso e sombrio sobre o relacionamento do ser humano com a natureza.
  • Jade Raymond, gerente geral, falou sobre os jogos Star Wars que estão sendo desenvolvidos pelos estúdios internos da EA. Em 2017, sairá o título da Visceral Games, enquanto a Respawn trabalha em um jogo de ação em terceira pessoa.


O futuro de Star Wars na EA, pelo menos, é animador

  • Battlefield 1 encerrou a conferência. Com partidas online para até 64 pessoas por sala, o jogo terá condições climáticas aleatórias afetando o gameplay. Chega em 21 de outubro ao PS4, One e PC, sendo que um open beta está previsto para o meio do ano.