Xbox One

Jogamos: Need for Speed Payback quer ser o mais envolvente

Misturar jogos de corrida com um enredo mais profundo é algo meio polêmico. Poucos conseguiram. Por isso, tanta resistência do público com o anúncio de Need for Speed Payback, que terá um modo campanha com uma pegada meio “cinematográfica”. Experimentamos o game durante a EA Play, direto de Los Angeles. Veja abaixo as nossas impressões – e aqui tudo o que rolou na conferência.

Cinema encontra os games

Tyler, Mac e Jess são jovens que se unem para derrubar um cartel em Fortune Valley. Eles estão dispostos a tudo: perseguições em alta velocidade, piruetas e outras manobras impossíveis arriscadas. Trazer este nível de imersão para os games é algo que muita gente já tentou, sem sucesso. A Ghost Games, em seu terceiro Need for Speed, quer impressionar desta vez e por isso Payback parece tão ambicioso.

Nossas impressões

Sim, Payback é lindo. Usando o poder do motor Frostbite, o game tem os gráficos mais atraentes da série até aqui. Isto ficou evidente na demo que jogamos durante a EA Play, na edição para Windows (com o joystick do Xbox One). O vídeo acima é uma versão reduzida da demo, que levou cerca de cinco minutos, e mostra uma perseguição onde o objetivo, primeiramente, é derrubar carros do cartel The House usando manobras e, em seguida, alcançar um caminhão suspeito.

Se o NFS anterior pecou pela falta de um modo offline, Payback quer ir na direção oposta e trazer o multiplayer online como uma espécie de bônus. Infelizmente, a demo foi muito curta, mas já dá pra elogiar os controles precisos e o visual. A impressão que tivemos é que a galera de Payback teve fortes influências de Velozes e Furiosos e da série Burnout para desenvolver o jogo, já que este é o NFS mais “explosivo” que me recordo. Resta saber se, com longas jogatinas, o título seguirá interessante e o enredo envolvente.


Need for Speed Payback chega ao Windows (via Origin), PS4 e Xbox One em 10 de novembro de 2017. Siga acompanhando a EA Play 2017 e a E3 2017 aqui no BitBlog, direto de Los Angeles, para mais novidades!

EA Play: veja o que rolou na conferência da EA

Repetindo 2016, a EA optou por não participar da E3 propriamente dita, tendo o seu próprio evento (EA Play) acontecendo na mesma semana. Transmitimos a conferência ao vivo direto do Hollywood Palladium aqui no BitBlog. Veja o que rolou abaixo e, já adiantando: fiquem de olho no BitBlog, porque teremos posts sobre os games que experimentamos no decorrer da semana!

Rua do Hollywood Palladium, onde rolou a EA Play.

Rua do Hollywood Palladium, onde rolou a EA Play. No início da manhã, horas antes do evento, as filas quilométricas ainda não existiam

  • Andrew Wilson, CEO da EA, surge para fazer uma introdução ao evento. Menciona que a EA lidou com feedbacks do público, especialmente após Star Wars Battlefront (o de 2015) ter vindo sem modo estória, e que a empresa leva em consideração tais opiniões.
  • Andrew Gulotta, produtor de Battlefield 1, anuncia mapas para junho e julho, além de um grande DLC em setembro com oito novos mapas relacionados à Primeira Guerra Mundial. Patrick Sordurland anuncia um modo para o fim do ano que vai permitir partidas com grupos menores de jogadores.
Andrew Wilson, CEO da EA, abrindo o evento

Andrew Wilson, CEO da EA, abrindo o evento

  • FIFA 18 vem com tudo. Um trailer no telão é exibido, destacando Cristiano Ronaldo (capa no jogo). Em seguida, um vídeo bem-humorado que anuncia o retorno de Alex Hunter e seu modo The Journey no título deste ano.
Centenas de jornalistas do mundo todo durante a conferência

Centenas de jornalistas do mundo todo durante a conferência

  • Marcus Nilsson, produtor executivo de Need for Speed Payback, fala do modo estória do game, que envolve a perseguição a um cartel. Novas possibilidades de personalização serão destaque no novo NFS, permitindo “tunar” até mesmo veículos antigos, como um Fusca.

  • A Way Out é anunciado como o novo jogo indie a receber investimento do programa EA Originals. Josef Fares vem ao palco e fala da liberdade criativa que está tendo com a EA. O jogo terá foco na cooperação: será possível jogar apenas com 2 pessoas, seja online ou offline, mas sempre em tela dividida. Dois protagonistas, Vincent e Leo, terão suas próprias perspectivas do início ao fim. Sai no início de 2018, sem menção a plataformas ainda.

  • A EA fala um pouco do Seed, sua divisão de pesquisa, que vem procurando novas formas de aprimorar inteligência artificial e tornar os projetos da empresa mais realistas.
  • Hora de falar de potência gráfica. Madden NFL 18, em sua versão para o Xbox Scorpio, é prometido como o jogo mais bonito e detalhado já feito pela empresa. Uma nova franquia a cargo da Bioware, Anthem, é anunciada rapidamente em um teaser, com a promessa de mais informações durante a conferência da Microsoft.

  • NBA Live 18 será dois em um: terá partidas em quadras e nas ruas. Demo estará disponível em agosto.
  • EA fala das suas iniciativas de caridade e justiça social e anuncia, para comemorar, que o EA Access (no Xbox One), Origin Access (no Windows) e títulos selecionados para o PS4 estarão gratuitos durante toda a semana seguinte.
  • Para fechar, Star Wars Battlefront 2. Janina Gavankar, atriz que interpreta uma das personagens principais, fala um pouco do seu orgulho em participar do projeto e antecipa: o jogo tem três vezes mais conteúdo que o antecessor, passando pelas três eras da saga.
Stormtroopers invadem palco da EA Play 2017

Stormtroopers invadem palco da EA Play 2017

  • O modo estória será situado entre os episódios VI e VII dos filmes. Sistema de classes e evolução de personagens e armas deixam o título ainda mais profundo. DLCs pós-lançamento do título serão todos gratuitos!
  • Personagens como Darth Maul, Rey e Han Solo serão jogáveis. Primeira partida multiplayer (oficial) do jogo acontece ao vivo, em times de 19 pessoas cada, embora na versão final seja 20 x 20.
Primeira partida multiplayer (oficial) de Battlefront 2 foi na EA Play, com dois times de 19 pessoas

Primeira partida multiplayer (oficial) de Battlefront 2 foi na EA Play, com dois times de 19 pessoas

É isso! Obrigado por acompanhar a gente. Abaixo, um vídeo que lançamos em nosso Facebook com os bastidores do evento. Siga acompanhando o BitBlog para novos posts sobre EA Play e E3!

Assassin’s Creed Origins poderá ser o próximo da série

Fãs de Assassin’s Creed, atenção! Rumores divulgados pelo site WWG indicam que o próximo game da série se chamará Origins e será revelado na E3 2017.

As informações vão de encontro ao que teria vazado em 2016: o jogo se passará no Egito, contando com dois protagonistas (uma mulher e um homem). Combates navais (em pleno Mediterrâneo) e terrestres em um imenso mundo aberto, menos linear que nos anteriores, que poderá trazer ainda missões na Grécia.

Assassin’s Creed Origins, de acordo com o site, será lançado na primavera brasileira de 2017 – ou seja, entre setembro e novembro.

 

Xbox Scorpio terá Forza 7 entre destaques, diz site

Forza Motorsport 7. Crackdown 3. State of Decay 2. De acordo com o Windows Central, estes jogos serão usados pela Microsoft para demonstrar o poder do Xbox Scorpio (ou Project Scorpio, como preferir), o novo hardware da família Xbox One. Materiais de marketing estariam sendo feitos com estes títulos em destaque, em meio às referências aos seis teraflops e ao “verdadeiro 4K” do console.

Games de terceiros também estariam referenciados no material, como Star Wars Battlefront 2, Red Dead Redemption 2, Call of Duty, Fifa e Madden. O console será lançado no final de 2017, com novidades esperadas para a E3 deste ano. Na edição 2016 da feira, a empresa exibiu um vídeo para anunciar oficialmente o Scorpio (reveja abaixo). Será que uma proposta “de luxo” esta pode vingar no mercado? O PS4 Pro vem patinando nas vendas e temos bastante curiosidade de saber como a comunidade gamer vai reagir ao lançamento da Microsoft.

Vamos combinar: que desinteressante. Se o artigo do Windows Central se confirmar, será um festival de sequências e nenhuma nova propriedade intelectual relevante. Até quando o Xbox vai depender de Halo, Forza e Gears of War? Após o cancelamento de Scalebound, os fãs ficam no aguardo de mais. Porque no que depender dos exclusivos do Xbox One até aqui, fica difícil defender a Microsoft.

Destiny 2 tem pôster oficial divulgado pela Bungie

A comunidade gamer ficou empolgada nesta segunda-feira com um pôster oficial de Destiny 2. A Bungie, desenvolvedora responsável pela franquia, já havia dito que uma sequência estava a caminho e seria lançada ainda em 2017. Desde então, praticamente ninguém dava uma palavra sobre o jogo, mas rumores e imagens vazadas começaram a se espalhar pela internet nos últimos dias. Até que hoje veio à tona o pôster oficial. A fanpage do PlayStation divulgou ele com a mensagem “guardiões, um novo desafio se aproxima”. Entretanto, não há mais detalhes sobre o título.

Data de lançamento de Destiny 2

Esta é a pergunta que todos os fãs da franquia estão se fazendo. Afinal de contas, quando Destiny 2 será lançado? Não há uma confirmação oficial, mas imagens vazadas sugerem que a sequência estará disponível no dia 8 de setembro. As plataformas também não foram divulgadas, mas dificilmente ele será um exclusivo. A imagem promocional foi retuitada tanto pelo perfil do PlayStation como do Xbox no Twitter.  Antes que algum nintendista fique esperançoso, não vimos nada nos perfis da Big N. Com certeza teremos mais informações durante a E3 2017, que acontece em junho, embora é bem provável que antes disso a data seja anunciada.

A franquia Destiny

Para quem dormiu no ponto, Destiny é um jogo desenvolvido pela Bungie e publicado ela Activision. O game de tiro em primeira pessoa (FPS) é online e se passa em um mundo aberto com aquela pegada futurista e pós-apocalíptica que faz muita gente pensar em Halo. Leia mais sobre o enredo de Destiny clicando aqui. Se tiver com preguiça, lá vai o resumo: a humanidade aproveitou os avanços tecnológicos para colonizar planetas. Para variar, algo deu errado e a galera sobrevivente na Terra tem que ser protegida pelos guardiões que recebem energia de uma bola gigante que sobrevoa a cidade. Você é o guardião, agora te vira!

Gráficos de Destiny impressionam. Game foi lançado em 2014

Gráficos de Destiny impressionam. Game foi lançado em 2014

Lançado para PS3, Xbox 360, PS4 e Xbox One, as notas no Metacritic ficaram na casa de 75/100. Em geral, os gráficos são muito elogiados, assim como a trilha e os efeitos sonoros, mas há quem considere o jogo muito repetitivo por conta de missões parecidas e com uma história que não consegue prender o jogador. De uma forma ou de outra, a base de fãs de Destiny é bem grande e eles com certeza estão bem ansiosos para ver Destiny 2.

Gameplay de Destiny

Para quem nunca jogou Destiny e quer conhecer mais sobre a franquia, separamos também um vídeo com gameplay de uma das missões. É a nossa parcela de contribuição para aumentar o hype em torno de Destiny 2, a sequência que chegará em 2017 e, embora a data de lançamento continue um mistério, reza a lenda que será 8 de setembro. Pode avançar o vídeo para 2 minutos, que é quando as coisas realmente ficam interessantes.

Games with Gold traz Ryse e Darksiders ao Xbox em abril

O Games with Gold tem se mostrado um programa mais interessante do que o do rival PlayStation, com mais jogos “gratuitos” interessantes para os assinantes. Abril (de 2017) parece ser um mês bem interessante. Basta olhar as pontuações do Metacritic abaixo!

É sempre importante lembrar que os títulos do Xbox 360 funcionam também no Xbox One, devido à retrocompatibilidade. Portanto, se você possui o console mais recente da Microsoft, são quatro jogos ao invés de dois.

Ryse: Son of Rome é o destaque do Xbox One

Gratuito para assinantes da Live Gold durante todo o mês de abril, Ryse: Son of Rome é um título de lançamento do One que dividiu opiniões. Ame ou odeie, vale a pena dar uma conferida! Enquanto isso, a segunda temporada de The Walking Dead, da Telltale Games, chega no fim do mês.

  • Ryse: Son of Rome – 01 a 30 de abril
    • Metacritic 60
  • The Walking Dead: Season 2 – 16 de abril a 15 de maio
    • Metacritic 81

Darksiders é o carro-chefe para o 360

Aventura épica da THQ Nordic, o primeiro Darksiders é o destaque para Xbox 360. Com uma longa campanha solo e influências da franquia Zelda, o título está disponível já a partir de primeiro de abril. Em seguida, o último jogo da série original de Assassin’s Creed, Revelations.

  • Darksiders – 01 a 15 de abril
    • Metacritic 83
  • Assassin’s Creed Revelations – 16 a 30 de abril
    • Metacritic 80

DLC de Dead Rising 4, Frank Rising ganha data de lançamento

Dead Rising 4 chegou no fim de 2016 ao Windows 10 e Xbox One. Em março de 2017, foi disponibilizado no Steam. Com grandes chances de receber uma versão no PS4 e encerrar por aí (já que o Xbox 360 e o PS3 estão agonizando), o que ainda podemos esperar do game? Felizmente, um DLC está a caminho: Frank Rising.

Prolongando a curta campanha de Dead Rising 4

Com uma campanha solo que dura cerca de 11 horas, além da ausência de um modo multiplayer cooperativo, o fator replay (a vontade de jogar de novo) parece não ser um ponto forte do game. No entanto, o DLC Frank Rising chega em 4 de abril, buscando trazer os fãs de volta.

Custando o equivalente a 10 dólares, o conteúdo para download traz o protagonista Frank infectado por zumbis. O jogador precisará encontrar uma cura para o herói. Se for divertido que nem o jogo original (veja nossas impressões durante a E3 2016 aqui), tem tudo para dar certo!

O pior está por vir

Um outro DLC, sem data definida, é Super Ultra Dead Rising 4 Mini Golf. Sim, a Capcom vai adicionar um minigame de golfe, com multiplayer online, em meio a uma cidade apocalíptica. Bizarro é pouco…

Protagonista Frank jogando golfe

Quem nunca sonhou em jogar golfe em um mundo apocalíptico?