YouTube

Bugs de Fifa 16 e 17 motivam paródia na internet

Games têm, por natureza, defeitos. Fifa pode até ter um histórico de cenas bizarras, mas isso não muda a nossa opinião (super positiva) sobre a série.

Mas já que é pra falar de bizarrices, o canal de Youtube F2Freestylers criou uma paródia com algumas das cenas mais inusitadas de Fifa 16 e 17 recriadas – usando atores reais. O resultado final você confere abaixo!

via UOL

Zangado no Recife: veja como foi o evento da Ibyte

Zangado. Mais de 3 milhões de inscritos no YouTube, mais de 2,5 milhões de curtidores no Facebook. O jovem é um verdadeiro influenciador junto ao público gamer brasileiro. Como parte de um projeto da Ibyte, com o apoio da Alienware e Intel, o mascarado mais famoso do país esteve em Recife neste sábado (06). Diego, editor do BitBlog, foi convidado pela produção do evento para fazer a apresentação.

O evento foi dividido em dois momentos. No primeiro, cerca de 350 pessoas puderam ouvir as opiniões de Zangado, onde algumas perguntas do público foram escolhidas. Em seguida, 80 sortudos puderam tirar fotos junto ao seu ídolo na loja da Ibyte no Shopping Recife. Veja abaixo um pouco do que aconteceu.


Zangado em Recife - Rosto aos 16 anos

O vídeo que tá na internet, mostrando seu rosto, é verdadeiro? Quando você vai mostrar o rosto?

Quando eu comecei, o YouTube era bem diferente. Não existiam as regras de hoje, os canais eram poucos. E eu não tinha ainda tantos seguidores. Zoando, eu cheguei a apostar que se chegasse a um milhão de views somando todos os vídeos – pra você ver como era antes – eu mostraria o rosto. Terminou que eu consegui essa marca muito rápido, e as pessoas vieram me perguntar: “e aí”? Questionaram até se eu ia apagar o canal. No fim, eu divulguei meu rosto (ver final deste vídeo), mas a foto era de quando eu tinha 16 anos. Em nenhum momento eu disse que seria atual!

No início do canal no YouTube, qual era o seu objetivo? Ele ainda é o mesmo?

Como vocês já sabem, eu criei o canal para criticar um jogo (Golden Axe: Beast Rider) que é horrível. Eu segui com os vídeos, mas falava apenas de games. No entanto, no decorrer do tempo, fui começando a receber mensagens de pessoas que estavam enfrentando vários problemas, mas que ficavam felizes em ver os vídeos do canal. Gente que não pedia ajuda ao pai nem à mãe, mas a mim, um mascarado da internet. E então eu pensei: se é para ajudar, que eu ajude de verdade. Rir é uma terapia, mas não é a solução. A partir daí, passei a conduzir o material de uma forma para, eventualmente, dar conselhos. Todo mundo tem um elefante embaixo do tapete e não existe isso de “vida perfeita”.


O vídeo “Ser Gamer…” arrancou lágrimas dos fãs mais apaixonados

Qual vídeo você mais gostou de fazer?

Conteúdo sobre trilogias e séries dão um carinho a mais, mas não dá para comparar um gameplay com algo mais produzido, por exemplo. Às vezes, você tem 5 minutos para falar de algo, mas que te exige muito mais esforço do que outras criações com a mesma duração. O vídeo “Ser Gamer…” (ver acima), no entanto, é muito especial e eu pensava em fazê-lo há mais de um ano. As palavras tinham que ter ligação com o público e as imagens tinham que encaixar. Por isso que tem Mario, Final Fantasy… Mas eu ainda espero fazer um melhor depois.

Zangado, o que você acha da indústria de jogos indie no Brasil?

Os games independentes estão crescendo aqui, mas em um ritmo lento. Temos a síndrome do “patinho feio”. A visão das pessoas daqui é que títulos brasileiros são ruins. Quando o público olha algo feito aqui por R$ 30, julga logo. A gente tem mania de falar que tudo que vem de fora é melhor… Isso só vai se transformar caso as pessoas mudem.

Foram cerca de 350 fãs no evento

Com a evolução da mídia digital, você considera que a mídia física perdeu muito espaço no mercado?

Antigamente, você comprava um Sonic e vinha um manual de instruções bem elaborado, com várias imagens. Isso era o máximo! Hoje, é uma capa com o disco dentro. Ainda assim, tem quem goste de decorar a estante… No meu caso, tenho muita coisa que os fãs presenteiam, como HQs por exemplo, porque houve um vínculo. Mas, se for pra comprar pra mim, não gosto de acumular tanta coisa. Imagina quem é compulsivo, sai comprando tudo, e depois os mesmos jogos aparecem por R$ 1,99 na Steam. Ou quando o preço é derrubado pela metade logo após o lançamento. Por isso, acho que mídia física hoje é algo para colecionadores. Eu não sou um.


Veja um pouco do evento abaixo:

Star Wars: Fã cria Faroeste Jedi, inspirado em Faroeste Caboclo

Nesta semana, aconteceu um dos eventos mais importantes de todos os tempos para a população nerd/geek do planeta, da qual eu faço parte. Claro que estamos falando da estreia mundial do episódio VII de Star Wars: O despertar da Força.

No Diario de Pernambuco, o Viver fez uma cobertura muito bacana falando sobre o filme, a reação dos fãs e curiosidades sobre a saga. Aqui no BitBlog, preparamos uma lista com sete jogos de Star Wars.

Confesso que eu e Diego – também editor do BitBlog – ainda não fomos ao cinema e estamos organizando nossa maratona regada a muita pipoca.

FAROESTE JEDI

Enquanto isso, o que anda bombando na internet é um vídeo de um cara chamado Alek Conrad. Ele se inspirou em Faroeste Caboclo, um sucesso da Legião Urbana e uma das músicas mais tocadas da MPB, para fazer uma versão que conta a saga Star Wars.

Publicado no YouTube na última terça-feira (14), a “homenagem” viralizou e já vai em mais de 35 mil visualizações. Batizada de “Faroeste Jedi”, a paródia narra momentos dos seis episódios de Star Wars roteirizados por George Lucas.

Que fique bem claro: é recheado de spoilers para quem nunca viu. Mas não tem nada do filme novo, a gente conferiu antes de divulgar aqui ;)

Ah, e a música segue a ordem cronológica dos episódios – e não a de lançamento – o que pode deixar alguns fãs meio chateados. Mesmo assim vale a pena!

Dez vídeos em time-lapse que vão impressionar você

O time-lapse é uma técnica cinematográfica que registra a passagem de um tempo maior em um tempo menor. É mais ou menos como retratar meses ou anos em alguns minutos. O movimento do vídeo pode ser acelerado ou retardado, mas sempre com esta noção de um intervalo de tempo resumido na filmagem. O BitBlog selecionou dez vídeos em time-lapse que vão impressionar você. Confira:

#1: Jibóia engole jacaré

Cobras sempre são assustadoras, venenosas ou não. Um dos motivos é a capacidade que elas possuem de engolir presas com dimensões superiores à propria boca. Isso acontece porque esses répteis têm pele elástica, além de ossos e costelas muito flexíveis. Neste vídeo, em velocidade acelerada, uma jibóia devora um jacaré.


#2: O crescimento de Lotte

Um cineasta holandês decidiu gravar um time-lapse de sua filha mostrando o crescimento dela. O resultado são imagens mostrando Lotte, desde recém-nascida até completar 14 anos de idade. Toda semana ela era filmada por pelo menos 15 segundos. O vídeo dura pouco mais de quatro minutos.


#3: Padrões de beleza ao longo de um século

Você já parou para observar como os padrões de beleza de hoje não são os mesmos de antigamente? Neste vídeo em time-lapse, uma modelo é maquiada e tem o cabelo produzido para relembrar os ideais estéticos dos anos 1910 a 2010. Qual você prefere?


#4: Desabrigado passa por transformação

A ONG Degage Ministries convidou Jim, um morador de rua pobre e alcoólatra, a participar de uma transformação física. O incrível – e emocionante – processo de mudança foi registrado em time-lapse. Depois da filmagem, ele decidiu frequentar as reuniões dos Alcoólicos Anônimos.


#5: Brincando de LEGO

Eu nunca fui bom com quebra-cabeças, muito menos tinha habilidade com LEGO. Justamente por isso estou me sentindo humilhado ao ver os vídeos em time-lapse de Evan, um garoto de nove anos que possui um canal no YouTube. Neste aqui, ele monta um LEGO da Estrela da Morte, de Star Wars. Levou mais de 20 horas, que estão condensadas em três minutos.


#6: Aurora Boreal

A aurora boreal é um dos fenômenos da natureza mais fascinantes que existem. Geralmente é avistada nas regiões mais ao norte do planeta, sob condições meteorológicas bem específicas. Essas imagens do National Geographic foram captadas em uma única noite na Noruega.


#7: Filhotes correm para a comida

Colby e Bleu são dois adoráveis cachorrinhos, filhotes da raça Golden Retriever. Na hora da comida, eles sempre se desesperam e saem correndo pela casa. Os donos resolveram fazer um vídeo mostrando a reação deles na hora do jantar durante nove meses.


#8: Namíbia

Os autores deste vídeo visitaram os desertos da Namíbia, país do continente africano, todos os anos durante uma década para fotografar a bela paisagem. Nos últimos dois anos, produziram um time-lapse que mostra estrelas, árvores e a geografia rochosa.


#9: Feijão no algodão

Quem nunca plantou feijão no algodão? Ciências era uma das minhas disciplinas favoritas nos primeiros anos do colégio e claro que fiz essa experiência inúmeras vezes. Aqui temos a oportunidade de ver um time-lapse dos feijões germinando ao som de uma maravilhosa trilha do jogo Chrono Trigger.


#10: Um dia no Aeroporto de Haneda

Considerado o quarto aeroporto mais movimentado do mundo, o Aeroporto de Haneda, localizado em Tóquio, no Japão, é cenário deste impressionante vídeo misturando as técnicas de time-lapse e tilt shift. As imagens mostram aviões taxiando, pousando e decolando, sempre rodeados de uma enorme estrutura para garantir o funcionamentos das operações.

 

Este homem tirou selfies todos os dias por 16 anos

Se você é uma dessas pessoas viciadas em selfies, que adora encher as redes sociais dos amigos com fotos do seu rosto e que vive recebendo críticas por isso, não precisa mais se preocupar. A internet encontrou nesta semana alguém que tira selfies há tanto tempo que, se existisse um campeonato disso, esta pessoa ganharia. E ela se chama JK Keller. O cara possui 38 anos, sendo que durante metade deles tirou selfies todos os dias. Tudo começou quando ele tinha 22 anos e comprou uma câmera fotográfica que custava caro na época.

Sua namorada disse: “Não tinha necessidade disso, vai usar todo dia?”

Ele respondeu que sim. E usou, literalmente, todo dia.

Com a ajuda do Adobe After Effects e um plugin de estabilização de imagens, ele fez um vídeo compilando todas as fotos e divulgou em outubro do ano passado no YouTube, mas a história só veio ganhar repercussão recentemente. Claro que a façanha de JK Keller se tornou um viral na internet e o vídeo já conta com mais de 250 mil visualizações. Foram mais de 5 mil fotografias tiradas ao longo de todos esses anos.