#BitSound89 - Tales of Symphonia - BitBlog

#BitSound89 – Tales of Symphonia

Pra começar: na minha opinião, este é o melhor RPG de todos os tempos, talvez empatado com Persona 4 Golden. Depois farei uma análise retrô pra fundamentar melhor.

Parece que era ontem que eu completava 100 horas de jogo em Tales of Symphonia. Mas estava triste: as side-quests se esgotavam e o game chegava ao fim. Por algum tempo, fiquei tentando encontrar um RPG que me cativasse tanto quanto este aqui. E por que diabos Symphonia marcou tanto? Talvez, pelo conjunto da obra. A narrativa cheia de reviravoltas (do início ao fim), as batalhas envolventes, os personagens bem construídos, as cutscenes em formato anime no decorrer do título… Tudo isso contribuiu pra fazer deste o jogo da série “Tales of” mais vendido no Ocidente. Além, claro, de ter sido o primeiro da franquia completamente em 3D. A trilha sonora é um dos pontos altos, com faixas que combinam perfeitamente com a proposta do título.

O enredo conta a saga de Lloyd Irving, um jovem que resolve acompanhar sua melhor amiga, Colette, em uma jornada para regenerar o mundo. De tempos em tempos, nasce alguém com poder divino, que deve enfrentar os malignos Desians e pacificar a terra de Sylvarant. Entretanto, no decorrer da trama, Lloyd e Colette descobrem que esse era apenas o começo de uma longa e difícil guerra.

É importante lembrar que Symphonia, embora esteja desconectado em termos de narrativa aos demais títulos “Tales of”, usa uma característica muito interessante da franquia: nas batalhas, a mecânica do game muda, incorporando elementos de ação e permitindo ao jogador controlar livremente os heróis. Ao sair da batalha, a jogabilidade volta a ser similar a de um RPG de turnos. Em outras palavras, pense em uma mistura de Final Fantasy com Zelda e talvez fique mais fácil de entender.

Tales of Symphonia saiu originalmente para o GameCube, em 2004. Mas foi relançado em HD dez anos depois para o PS3. E é obrigatório. Se você é daqueles que ficam com “mimimi”, chorando com saudade de Chrono Trigger e comapnhia, dê uma chance ao título do BitSound de hoje. Ele é bem mais recente, mas não fica devendo nada aos clássicos que talvez tenham marcado sua infância.

Abaixo, a música das batalhas na terra de Sylvarant, uma das nostálgicas:

Todo dia o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.