BitSound

#BitSound87 – Donkey Konga

A Nintendo gosta de uns controles estranhos. Quem não lembra da PowerGlove? Enquanto algumas invenções assustam, outras são bem criativas.

Donkey Konga, de 2003, foi o primeiro de uma série de jogos de ritmo lançados pela empresa japonesa para o GameCube. Entretanto, ao invés de usar tapetes de dança como o antigo Dance Dance Revolution, o game da Nintendo recomenda o uso de um joystick em formato de tambor (!). Com ele, é possível batucar em dezenas de faixas, indo de Blink 182 até a música-tema do anime Pokémon. Contando com um modo multiplayer para até 4 jogadores, era uma experiência divertida (e bizarra, principalmente para quem assiste).

Veja uma das faixas disponíveis no primeiro Donkey Konga, Turkish March.

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound86 – Jade Empire

Um clássico, lançado no momento errado. Em pleno 2005, ano no qual o Xbox 360 vinha ao mundo, o seu antecessor recebia Jade Empire. Com todas as atenções voltadas para o novo console, o game não fez tanto barulho. Entretanto, foi considerado um dos melhores títulos do Xbox original. É uma pena que não recebeu nenhuma sequência… Pelo menos o PC (2006) e o Mac (2010) receberam suas versões, além de um relançamento no 360 (em 2008).

Jade Empire foi desenvolvido pela BioWare, a mesma de Mass Effect e Star Wars: Knight of the Old Republic. No comando de um garoto ou uma garota órfã, o jogador segue em uma jornada para salvar Master Li, que ajudou na criação da protagonista, além de comandar uma escola de artes marciais e espirituais. No meio do caminho, a saga se torna um pouco mais ampla, com algumas reviravoltas.

A trilha sonora está bem alinhada com a atmosfera oriental do jogo e é um dos pontos altos. Abaixo, veja o tema da tela título.

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound85 – Metroid Prime

Não escondo de ninguém que o GameCube é o console com o qual mais me identifiquei. E um grande motivo para isso se chama Metroid Prime. O game, publicado pela Nintendo e desenvolvido pela Retro Studios, foi lançado em novembro de 2002 na América do Norte, revolucionando a franquia e determinando novos paradigmas na indústria. A sensação de estar completamente sozinho, em algum lugar do planeta Tallon IV e sem saber o que fazer em seguida é presente durante todo o jogo. O BitSound desta semana faz uma homenagem a este clássico.

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound84 – Banjo-Kazooie

Banjo-Kazooie

Tenho certeza de que vai ter gente olhando pra foto e torcendo o nariz. “Um urso com um pássaro dentro da mochila? Que diabos de jogo infantil é esse?”, você pode se perguntar, caso não conheça o game acima. E eu respondo: este é um dos maiores clássicos de plataforma 3D, Banjo-Kazooie, lançado em 1998 para o Nintendo 64. Uma franquia querida e que traz muita saudade.

Uma bruxa maligna chamada Gruntilda – horrorosa, por sinal – tenta ficar mais jovem e, para isso, rapta a ursa Tooty, com o objetivo de roubar a sua beleza através de uma de suas bruxarias. O urso Banjo, irmão de Tooty, parte em uma jornada para resgatá-la, junto à fiel Kazooie.

Em uma mecânica muito similar a Super Mario 64, mas com identidade própria, Banjo-Kazooie traz 12 mundos coloridos e detalhados. A trilha sonora é bem divertida. Houve ainda duas continuações, Banjo-Tooie (N64, 2000) e Nuts & Bolts (Xbox 360, 2008), além de dois spin-offs para  Game Boy Advance.

Se você acha que o game é para “criancinhas”, meus pêsames: está perdendo o grande jogo da desenvolvedora Rare (que também fez GoldenEye 007). Um sucessor espiritual, Yooka-Laylee, está vindo em 2016.

Escute a faixa da tela título de Banjo-Kazooie:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound83 – Killzone Mercenary

Posso estar sendo bem tendencioso, mas Killzone Mercenary é um dos melhores jogos portáteis de tiro desde… Bom, não lembro de nenhum tão bom quanto ele (talvez Coded Arms, do PSP? Não). Por isso mesmo, o game da Guerilla Cambridge para o PS Vita merece ser lembrado aqui no BitSound.

No meio da guerra entre o esquadrão ISA e as forças de Helghast, o jogador se envolve bastante com o enredo no decorrer do título – embora comece um pouco confuso. Os gráficos são sensacionais e o multiplayer online é o melhor do portátil até aqui – pena que a campanha solo termine tão rápido.

Escute a trilha War is our Business, da tela título:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound82 – Castlevania: Symphony of the Night

Lançado originalmente em 1997 para o PS1, Symphony of the Night é um verdadeiro clássico, com tudo o que os fãs da série Castlevania já gostavam nos títulos anteriores, além de algumas novidades. Desta vez, elementos de RPG foram introduzidos, algo que permaneceu em jogos seguintes. Adotando um esquema não-linear e a possibilidade de equipar itens, SotN se destacou ainda pela trilha sonora, que reflete bem a atmosfera do game.

Escute a faixa Requiem for the Gods:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound81: Harvest Moon (Town)

Lançado em 1996 para o Super Nintendo, Harvest Moon foi o início de uma famosa e bem-sucedida franquia. No enredo, um garoto perde o avô e herda uma fazenda, tendo que lidar com o desafio de mantê-la da mesma forma. Ao longo dos anos, a série evoluiu bastante, contando até mesmo com funções online.

Escute a faixa Town:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.