BitSound

#BitSound80: Red Steel (Heavy Theme)

Lançado junto com o Wii, em 2006, Red Steel demonstrou pela primeira vez o uso dos controles Wii Remote e Nunchuk em um jogo de tiro em primeira pessoa, o que foi um grande passo para a indústria. O game da Ubisoft vazou antes da E3 2006, o que terminou revelando informações até então sigilosas sobre o inovador console – a Nintendo não ficou nada satisfeita na época.

Red Steel se passa em um Japão contemporâneo. A noiva do protagonista é raptada e o pai dela é assinado por uma gangue rival, o que desperta o desejo de vingança. Usando tanto armas de fogo quanto katanas, o jogador é desafiado em momentos de ação frenética. O título é voltado ao público hardcore, como pode-se perceber. Embora parte da crítica tenha o considerado apenas mediano, o jogo representa um marco, devido à proposta inovadora. Além disso, a sua trilha sonora é digna de aplausos.

Escute a faixa Heavy Theme:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound79: Sonic R (Living in the City)

Devido à ausência de um título do famoso porco-espinho no seu lançamento, além de outras decisões absurdas da Sega, o Saturn foi um fracasso comercial. Entretanto, é nele que está um dos jogos Sonic menos conhecidos de todos os tempos: Sonic R, de 1997 (relançado para PC um ano depois).

Em R, o jogador controla um dos 10 personagens disponíveis em uma corrida a pé por cinco grandes cenários. Pode parecer pouco, mas cada um deles possui vários caminhos disponíveis, muitos deles com obstáculos comuns de jogos anteriores da série. A busca pelas Chaos Esmeralds e o destravamento de corredores secretos, como Metal Sonic, motivam o jogador a percorrer as pistas por muitas vezes. A trilha sonora, pela primeira vez na franquia, foi composta por composições originais cantadas – algo apenas possível devido ao uso do de CDs como mídia pelo Saturn. Um modo multiplayer para 2 gamers simultâneos também está disponível. No final das contas, Sonic R é um bom jogo, desconhecido até mesmo por fãs do famoso mascote.

Escute a trilha da pista Radical City, Living in the City:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound78: Rock n’ Roll Racing (Born to be Wild)

Um dos primeiros jogos de sucesso da Blizzard, na época em que ela ainda se chamava Silicon & Synapse, deve ter sido também um marco na infância de muitos leitores do BitBlog. Rock n’ Roll Racing, lançado em 1993 para Super Nintendo (SNES) e Mega Drive, fez bastante barulho – literalmente – na época, recebendo uma versão para Game Boy Advance dez anos depois.

O game de corrida confronta quatro veículos através de uma perspectiva isométrica, sendo até dois deles controláveis por jogadores, enquanto os demais ficam a cargo de inteligência artificial. É possível causar danos nos adversários, comprometendo o medidor de energia deles, causando a destruição dos mesmos ao alcançar zero. Os três primeiros no ranking são recompensados com dinheiro, que pode ser usado para aperfeiçoar seus carros.

A principal característica do título, além das divertidas corridas, certamente é a trilha sonora. Com versões instrumentais de clássicos do rock e heavy metal, a Blizzard conseguiu licenciar músicas de Black Sabbath e do Deep Purple, por exemplo. O hardware da época não permitia usar as edições originais, mas a equipe responsável fez um bom trabalho ao reconstruí-las dentro das possibilidades.

Fica a torcida para que a Blizzard traga uma continuação no futuro. Afinal, já são mais de duas décadas de espera.

Escute a versão de Born to be Wild, do Steppenwolf, usada no game:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound77 – The Elder Scrolls V: Skyrim (Far Horizons)

O primeiro jogo desenvolvido no Ocidente a obter pontuação máxima na conceituada revista Famitsu. O mesmo que ganhou três prêmios Videogame Awards, em 2011, inclusive o de melhor daquele ano. O game que balançou a indústria e repensou o conceito “mundo aberto”. The Elder Scrolls V: Skyrim é uma obra de arte e é obrigatório na coleção dos proprietários de PS3, Xbox 360 ou dos PC gamers. Desenvolvido pela Bethesda, Skyrim se passa quase 200 anos após o seu antecessor, Oblivion (2006) e é o nome da terra natal dos Nórdicos, onde se passa o enredo. Por lá, uma grande guerra foi iniciada após o assassinato do rei, dividindo a civilização em relação ao futuro.

Escute a trilha:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound76 – F-Zero GX (Big Blue)

F-Zero GX é o capítulo mais recente da série de corrida da Nintendo. Infelizmente, a série está escanteada (a menos que a E3 nos surpreenda). GX, de 2003, saiu para o GameCube e foi desenvolvido em parceria com a Sega. Para a época, os gráficos estão muito acima da média, assim como a trilha sonora – uma característica da franquia.

Escute a trilha:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound75 – Need for Speed Rivals (Pompeii – Kat Krazy Remix)

Lançado no final de 2013 pela EA e desenvolvido pela experiente Criterion Games, Rivals é o episódio mais recente na franquia Need for Speed. O game foi bem recebido pela crítica, alcançado média de 8,0 em sua versão para PS4 no Metacritic. É uma sequência à altura para o consagrado Most Wanted, de 2012. Como os jogos mais recentes da série, possui uma trilha sonora com músicas conhecidas – e outras nem tanto – em versões remix, de forma a complementar a experiência frenética de jogo.

Escute a trilha:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.

#BitSound74 – Killer Instinct 2013 (Main Theme)

(Hoje é o último dia do BitSound diário. A partir da próxima semana, você vai poder acompanhar trilhas de games aqui no BitBlog todos os sábados)


 

Killer Instinct, da Rare, fez parte de infância de muitos leitores do BitBlog. Lançado em 1995 para o SNES, o game de luta cativou fãs do mundo todo. Ganhou sequência pouco tempo depois para o N64, sendo então esquecida. A Microsoft, querendo reforços para o lançamento do Xbox One, fez valer seus direitos de propriedade da Rare e convocou o desenvolvimento de um reboot para a série. Foi assim que, em 2013, Killer Instinct veio ao mundo mais uma vez. Em muitos momentos, o título apela para a nostalgia, a começar pela trilha abaixo. Podendo passar despercebido nos dias de hoje, em meio a tantos games de luta disponíveis, o game do BitSound de hoje pode não ser o mais inovador, mas é bastante competente em relação a sua proposta: divertir.

Escute a trilha:

Toda semana o BitBlog traz uma trilha sonora de um game. Tem uma sugestão para a gente? É só deixar nos comentários.